Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/2749
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Evolução da maturação de uvas chardonnay em município da campanha gaúcha destinadas à espumantização
metadata.dc.creator: Pires, Regina Bitencourt
metadata.dc.contributor.advisor1: Costa, Vagner Brasil
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Gabbardo, Marcos
metadata.dc.contributor.advisor-co2: Triches, Willian dos Santos
metadata.dc.contributor.referee1: Costa, Vagner Brasil
metadata.dc.contributor.referee2: Sampaio, Norton
metadata.dc.contributor.referee3: Cunha, Wellynthon Machado da
metadata.dc.description.resumo: A Região da Campanha Gaúcha está localizada na Metade Sul do Estado do Rio Grande do Sul, e vem se destacando como um dos novos polos produtores e promissores na produção de vinhos finos no Brasil. A região caracteriza-se por possuir verões secos e quentes, com temperaturas médias de 30°C, que contribuem para uma maturação completa da uva. Em contrapartida, o aumento na concentração de açúcares nas bagas durante o período de maturação, acaba por promover uma diminuição dos ácidos orgânicos desejados para a elaboração de espumantes. De olho no mercado dessa tipologia de produto, que apresenta significativo crescimento de consumo e produção nos últimos anos, o presente estudo tem como principal objetivo identificar o período ideal de colheita da variedade Chardonnay com destino à espumantização, produzida na Região da Campanha Gaúcha. O experimento foi realizado em vinhedo localizado na cidade de Dom Pedrito-RS e teve como delineamento experimental três tratamentos denominados TI, T2 e T3 realizados em triplicata, onde cada tratamento correspondeu a um período distinto de maturação dos cachos. Os T1 e T2 foram colhidos no dia 10 de janeiro, porém o critério utilizado para a escolha dos cachos foi com relação à exposição solar em que os mesmos se encontravam, sendo T1 os cachos do interior do dossel foliar e T2 os cachos expostos a maior luminosidade. Já o T3, foi colhido quando as uvas atingiram o teor máximo de acúmulo de açúcares para espumantização. A vinificação foi conduzida de maneira igual para ambos os tratamentos e as análises físico-químicas como acidez total, etanol e pH foram realizadas na Vinícola Experimental da Universidade Federal do Pampa, campus Dom Pedrito-RS. Após os resultados das análises do mosto e do vinho, os dados foram submetidos à análise de variância e as médias foram comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade. Os resultados demonstraram que o T3 apresentou maior índice de etanol em relação aos tratamentos T1 e T2, devido ao maior grau de maturação da uva, degradando consequentemente os ácidos responsáveis pela refrescância dos espumantes, inviabilizando esse tratamento pra esse fim. O T2 apresentou acidez total superior ao tratamento T3, também justificada pelo período de colheita em que foi submetido, além de apresentar teor de etanol aceitável para a elaboração de espumantes. Finalmente, o T1 apresentou acidez mais elevada em relação aos demais tratamentos, o pode que ser justificado pelo menor período de maturação das uvas, consequência de uma colheita antecipada, o teor alcoólico encontra-se dentro dos valores aceitáveis para a elaboração de vinho base. Com base nos resultados, concluiu-se que a colheita antecipada é uma ferramenta útil para que o enólogo tenha uvas com diferentes características em um mesmo vinhedo, com destaque especial para o T2, colheita antecipada de cachos expostos ao sol, pelo equilíbrio entre acidez, pH e açúcares, condições necessárias para garantir o frescor aromático e gustativo de um vinho base de qualidade.
Abstract: The Campanha Gaúcha Region is located in the southern half of Rio Grande do Sul State, and has emerged as one of the new poles and promising producers in the production of fine wines in Brazil. The region is characterized by it’s dry and hot summers, with average temperatures between 30 ° C, which contributes to a complete maturation of the grapes. In contrast, the increase in the concentration of sugars in the berries during the period of maturation, ends up promoting a decrease of desired organic acids for the production of sparkling wine. Focusing the sparkling wine market segment, which is becoming more importante in consumption and production in recent years, this study aims to identify the ideal moment to harvest the variety Chardonnay bound for sparkling wines produced in Campanha Gaúcha. The experiment was conducted in vineyard located in Dom Pedrito, RS, and had as experimental design called IT three treatments, T2 and T3 performed in triplicate, and each treatment corresponded to a distinct period of maturation of the bunches. T1 and T2 were collected on 10 January, but the criteria used for the selection of clusters was related to sun exposure in which they were, and T1 the interior bunches of leaf canopy and T2 bunches exposed to greater brightness.. T3 was harvested when the grapes had reached the maximum level of accumulation of sugars desired in sparkling winemaking. The vinification methods were conducted equally for the three treatments and physical-chemical analysis such as total acidity, ethanol and pH were held in the Experimental Winery of the Federal University of Pampa, located in Dom Pedrito, RS. After the results of analysis of must and wine, the data were subjected to analysis of variance and means were compared by Tukey test at 5% probability. Results showed that T3 showed higher ethanol content compared to T1 and T2, due to the higher degree of grape maturation, thus degrading the acids responsible for refreshing sparkling, preventing such treatment for this purpose. The T2 showed total acidity superior to treatment T3, also justified by the harvesting period in which it was submitted, and present acceptable ethanol content for the production of sparkling. Finally, the T1 showed higher acidity than the other treatments, can be justified by the shortest period of ripening of the grapes, the result of an early harvest, the alcohol content is within the acceptable values for the preparation of base wine. Based on the results, it is concluded that the early harvest is a useful tool for the winemaker to obtain grapes with different characteristics in the same vineyard, with particular emphasis on the T2, early harvest of grapes exposed to the sun, the balance between acidity, pH and sugars, necessary conditions to ensure the aromatic and gustatory freshness of a quality base wine.
Keywords: Colheita de uva
Espumante
Chadonnay
Acidez do vinho
Grape harvest
Acidity of wine
Sparkling wine
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pampa
metadata.dc.publisher.initials: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus Dom Pedrito
Citation: PIRES, Regina Bitencourt. Evolução da maturação de uvas chardonnay em município da campanha gaúcha destinadas à espumantização. 2015. 42 f. Trabalho de Conclusão (Graduação) – Curso Bacharelado em Enologia, Universidade Federal do Pampa, Dom Pedrito, RS.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/2749
Issue Date: 19-Nov-2015
Appears in Collections:Enologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
REGINA BITENCOURT PIRES.pdfRegina Bitencourt Pires 20151,42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.