???jsp.display-item.identifier??? https://repositorio.unipampa.edu.br/jspui/handle/riu/5349
Tipo: Dissertação
metadata.dc.title: Efeito do treinamento físico aeróbico e da suplementação com cafeína sobre parâmetros bioquímicos e cognitivos em ratos com síndrome metabólica
metadata.dc.title.alternative: Effect of aerobic physical training and caffeine supplementation on biochemical and cognitive parameters in rats with metabolic syndrome
Autor(es): Hernandez, Mariele da Silva
Primeiro Orientador: Rambo, Leonardo Magno
Resumo: A Síndrome Metabólica é um distúrbio, que ao longo dos anos, vem crescendo na população mundial. Pouco se sabe sobre sua fisiopatologia, no entanto acredita-se que a mudança de hábitos e a mudança na alimentação diária tenham um impacto sobre o aumento desta doença. Sendo assim, a busca por tratamentos não medicamentosos e de baixo custo tem sido uma alternativa para o seu tratamento. Neste sentido, o objetivo deste estudo é investigar o efeito do treinamento aeróbico de natação e da suplementação com cafeína sobre parâmetros neuroquímicos e cognitivos de ratos previamente tratados com frutose. Para avaliar o efeito do treinamento e da suplementação com cafeína foram necessários 8 grupos para contemplar todas as variáveis, o tempo do experimento foi de 10 semanas, o treinamento físico durou 6 semanas, onde a cafeína era administrada após os dias de treinamento. Nossos resultados mostram que os animais tratados com frutose ingerem menos comida, bebem mais água, mas ingeriram mais caloria durante todo o experimento, no que se refere às análises antropométricas foram observados que o consumo de frutose aumentou a gordura visceral, no entanto não apresentou aumento no peso corporal e do músculo sóleo, já os animais treinados tiveram o aumento no peso do músculo e diminuição do peso corporal e gordura visceral e a suplementação de cafeína foi capaz de diminuir o ganho da massa de gordura visceral. Na depuração de glicose foi possível observar que o treinamento e a suplementação de cafeína puderam reverter o efeito da frutose diminuindo a depuração de glicose ao longo do tempo, no perfil lipídico da mesma forma, o fator de treinamento físico foi capaz de reverter o efeito da frutose diminuindo o colesterol total, HDL e triglicerídeos, mas não nos níveis de LDL. A análise estatística mostrou que a administração de frutose por 10 semanas prejudicou a memória de curto prazo e memória espacial, mas não a memória de longo prazo, no entanto o treinamento físico melhorou a memória de curto prazo, longo prazo e espacial e pode reverter o efeito da frutose na memória de curto prazo. A administração de frutose induziu os ratos a passar mais tempo em braços fechados na tarefa de labirinto em cruz elevada, o que nos leva a crer que estes animais estavam mais ansiosos. O treinamento físico diminuiu o tempo gasto nos braços fechados e reverteu o efeito da frutose no tempo gasto nos braços fechados e por fim o treinamento físico aumentou os níveis de NRF2 em comparação com animais sedentários. Dessa forma, foi possível concluir que o alto consumo de frutose desenvolve desordens metabólicas como: o aumento de gordura visceral, aumento nos níveis lipídicos, diminuição na depuração da glicose e que além disso, gera danos cognitivos prejudicando a memória e causando ansiedade. Por outro lado o treinamento físico e a cafeína puderam reverter boa parte dos danos causados pela frutose, sendo assim, pode-se considerar o treinamento físico e a ingestão de cafeína como uma terapia alternativa e não medicamentosa para auxiliar na diminuição dos fatores de risco associados à síndrome metabólica.
Abstract: Metabolic syndrome is a disorder that has been growing in the world population. Changes in life style and the in dietary habits is believed to have an impact on the increased prevalence of this disease. Therefore, the search for non-medica-tion and low-cost therapies for the treatment of this disorder is of great interest. In this sense, the objective of this study is to investigate the effect of aerobic exercise on the neurochemical and cognitive parameters of rats submitted to a model of fructose-induced metabolic syndrome . To assess the effect of exercise training and caffeine supplementation, animals were assigned to 8 different groups . Animals received either fructose or vehicle for 10 weeks. The swimming training started in the fourth week after the start of fructose administration. During the period of exercise animals were also administered with caffeine. Our results show that fructose consumption increased visceral fat, however there did not in-crease the body weight and neither chaged the weight of the soleus muscle. An-imals that were exposed to physical exercise showed an increase in muscle weight and a decrease in total body weight as well as visceral fat. Caffeine sup-plementation was able to prevent against the gain of visceral fat induced by the fructose treatment. Furthermore, both the caffeine treatment and the physical ex-ercise were also able to decrease the glucose clearance over time. Physical ex-ercise also lowered the total cholesterol, HDL and triglycerides, but not LDL levels induced by the fructose treatment. Statistical analysis showed that the admin-istration of fructose for 10 weeks impaired short-term memory and localization, but not long-term memory, however physical training improved short-term, long-term and localization memory and reverted the effect fructose in short-term memory. Physical training increased the levels of NRF2 compared to sedentary animals. Thus, it was possible to conclude that the high consumption of fructose caused animals to develop metabolic disorders such as: the increase of visceral fat, increase in lipid levels, increase in the clearance of glucose and that, in addi-tion, generates cognitive damages impairing memory and causing anxiety, on the other hand, physical training and caffeine reverted a some of the damages caused by fructose, therefore, one can consider physical training and caffeine intake as an alternative and non-medication therapy to help reduce the risk fac-tors associated with metabolic syndrome.
metadata.dc.subject: Frutose
Cafeína
Exercício físico
Síndrome metabólica
Fructose
Caffeine
Physical exercise
Metabolic syndrome
Bioquímica
Biochemistry
CNPQ: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
Idioma: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
metadata.dc.publisher: Universidade Federal do Pampa
Sigla da Instituição: UNIPAMPA
Campus: Campus Uruguaiana
Curso: Doutorado em Bioquímica
metadata.dc.identifier.citation: HERNANDEZ, Mariele da Silva. Efeito do treinamento físico aeróbico e da suplementação com cafeína sobre parâmetros bioquímicos e cognitivos em ratos com síndrome metabólica. 73 p. Dissertação (Mestrado em Bioquímica) – Universidade Federal do Pampa, Uruguaiana, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
metadata.dc.identifier.uri: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/5349
metadata.dc.date.issued: 2020
???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.appears???Mestrado e Doutorado em Bioquímica

???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.files???
???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.file??? ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.description??? ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.filesize??????org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.fileformat??? 
MARIELE DA SILVA HERNANDEZ.pdf934.18 kBAdobe PDF???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.view???


???jsp.display-item.copyright???