Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3398
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Determinação de sexo em tuviras (Gymnotus sp.) através de punção abdominal
Título(s) alternativo(s): Determination of sex in tuviras (Gymnotus sp.) Through abdominal puncture
Autor(es): Thomaz, Marco Antonio
Primeiro Orientador: Lanes, Carlos Frederico Ceccon
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Camargo, Antonio Cleber da Silva
Resumo: A grande quantidade de rios no Brasil tem possibilitado um aumento expressivo na pesca esportiva. É enorme a variedade de iscas utilizadas, sendo a tuvira (Gymnotus sp.), a isca viva mais procurada pelos pescadores, na captura dos grandes peixes carnívoros. A tuvira é um peixe de água doce, pertence à ordem dos Gymnotiformes, conhecida também como: peixe espada, sarapó, enguia, ituí morena, morenita e mamacha. É encontrada do sul da Argentina ao norte do México. Sua captura gera impacto ao meio ambiente e causa preocupação com as condições de trabalho das pessoas que exercem a atividade extrativista (isqueiros). A produção em cativeiro é dificultada pela falta de um protocolo adequado para a realização da reprodução através da indução hormonal. Além disso, o processo de sexagem em tuviras é difícil, já que as mesmas não apresentam dimorfismo sexual visível. Dessa forma, o objetivo desse estudo foi verificar se a punção abdominal poderia ser utilizada como uma técnica confiável para a identificação do sexo de tuviras adultas (Gymnotus sp.). Para isso, os animais foram coletados entre Novembro de 2016 E Outubro de 2017 em arroios e barragens dos municípios de Uruguaiana e Barra do Quaraí-RS. Durante esse período foram coletadas 85 tuviras sendo mantidas em tanques de concreto no Centro de Tecnologia em Pesca e Aquicultura (CTPA). Antes da realização da punção abdominal, cinco indivíduos foram dissecados para estabelecer a localização exata das gônadas. Com base nessas informações, a punção foi realizada 6 cm distante da ponta da cabeça do animal e cerca de 1 cm abaixo da linha lateral com um dispositivo de infusão intravenosa escalpe (número 19G) conectado a uma seringa de 5 mL. A agulha foi introduzida formando um ângulo entre 40 e 45º em relação ao corpo da tuvira. A punção abdominal foi realizada em 24 animais adultos que apresentaram o tamanho maior do que 20 cm. Através da dissecação verificou-se que dos 24 animais avaliados, 22 indivíduos foram sexados corretamente através da punção abdominal, sendo o grau de acerto de 91,66%. A taxa de sobrevivência dos animais após 96 horas a realização da punção abdominal foi de 100%. Esses resultados indicam que a punção abdominal é uma técnica fácil, simples, barata e pode ser realizada em tuviras de uma maneira confiável.
Abstract: The large amount of rivers in Brazil has made possible an expressive increase in the sport fishing. The variety of used baits is massive, and the tuvira (Gymnotus sp.) is the living bait most used by fishermen in the capture of large carnivorous fish. Tuvira is a freshwater fish, belonging to the order of the Gymnotiformes, also known as: swordfish, sarapó, eel, ituí, morena, morenita and mamacha. It is found from South of Argentina to the North of Mexico. Its capture has a negative impact on the environment and causes concern to the working conditions of the people who carry out the extractive activity (bait men). Tuvira farming is still limited due to lack of an adequate protocol to perform of hormonal induction. In addition, the process of sexing in tuviras is difficult since they do not present sexual dimorphism. Thus, the aim of this study was to verify if the abdominal puncture could be used as a reliable technique to identify the sex of tuviras (Gymnotus sp.). Animals were collected between November 2016 and October 2017 in streams and dams located at Uruguaiana and Barra do Quaraí-RS cities. Eighty five individuals were collected and kept in concrete tanks of the Technology Centre of Fisheries and Aquaculture. Before performing the abdominal puncture, five individuals were dissected to determine the exact location of the gonads. Based on this information, the abdominal puncture was performed six centimeters away from the tip of the animal's head and 1 centimeter below the lateral line with an intravenous infusion set (number 19G) connected to a 5-mL syringe. The needle was introduced at an angle between 40º and 45º in relation to tuvira body. Abdominal puncture was performed in 24 adult animals that were larger than 20 cm in size. Twenty-two individuals were sexed correctly and the accuracy degree was 91.66%. The survival rate of the animals after 96 hours of abdominal puncture was 100%. These results indicate that abdominal puncture is an easy, simple and inexpensive technique and that it can be performed in a reliable way.
Palavras-chave: Aquicultura
Aquiculture
Sexagem
Dimorfismo
Reprodução animal
Piscicultura
Isca viva
Sexing
Dimorphism
Animal reproduction
Fish farming
Live bait
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Federal do Pampa
Sigla da Instituição: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus Uruguaiana
Citação: THOMAZ, Marco Antonio. Determinação de sexo em tuviras (Gymnotus sp.) através de punção abdominal. 40 p. Trabalho de Conclusão de curso (Tecnólogo em Aquicultura) – Universidade Federal do Pampa, Campus Uruguaiana, Uruguaiana, 2018.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3398
Data do documento: 2018
Aparece nas coleções:Aquicultura

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MARCO A THOMAZ.pdf1,01 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.