Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/589
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: A argumentação na infância: um estudo de caso a partir de uma perspectiva enunciativa
metadata.dc.creator: Saggiomo, Fernanda Luiz
metadata.dc.contributor.advisor1: Irala, Valesca Brasil
Abstract: Este trabalho, que se qualifica como um estudo de caso, surgiu devido às inúmeras discussões quanto ao período em que acontece a aquisição da argumentação, com intuito de confirmar o que muitos estudiosos já afirmaram acerca da existência da argumentação dentro do discurso infantil. Desse modo, a presente monografia consiste na análise de falas espontâneas, da menina G., uma criança de quatro anos de idade. Por meio desse estudo, portanto, pretende-se evidenciar os princípios argumentativos, bem como a presença de polifonia e de marcas argumentativas subjacentes à fala infantil, para que assim seja possível confirmar a presença da argumentação desde a primeira infância. Dessa maneira, este trabalho primará por uma perspectiva dialógica, em que a argumentação não é vista não como um elemento retórico, mas sim como uma construção de sentidos dentro da língua. Para tanto, esta pesquisa terá como suporte teórico a Teoria da Argumentação na Língua, proposta por Oswald Ducrot com a colaboração de Asconbre, na qual acredita que a argumentação é constitutiva da língua. Por conseguinte, almeja-se provocar uma reflexão maior acerca da argumentação na infância e da constituição de um sujeito que argumenta.
This work, which qualifies as a case study arose due to the numerous discussions of the period when the acquisition of argument happens, in order to confirm what many experts have said about the existence of the argument into the children's discourse. Thus this work is the analysis of spontaneous speech, of the girl G., a child is four years. Through this study, therefore, we intend to evidence the principles of argument, and the presence of polyphony and argumentative marks underlying the child speech so it may be possible to confirm the presence of the argument since early childhood. Thus, this work will prevail a dialogical perspective, that the argument is not a rhetorical element, but as a construction of meaning into the language. Thus, this study will have theoretical support in the Theory of Argumentation Language proposed by Oswald Ducrot with Ascombre collaboration, This theory believes that the argument is into the language. Therefore, this work aims to result a broader reflection about the argumentation during childhood and the constitution of a person who knows how to argue.
Keywords: Letras
Argumentação
Infância
Polifonia
Princípios argumentativos
Marcas Argumentativas
Letters
Argumentation
Childhood
Polyphony
Argumentative principles
Argumentative marks
Publisher: Universidade Federal do Pampa
metadata.dc.rights: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://hdl.handle.net/riu/589
Issue Date: 11-Jul-2011
Appears in Collections:Licenciatura em Letras - Português

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
A ARGUMENTAÇÃO NA INFÂNCIA UM ESTUDO DE CASO A PARTIR DE UMA PERSPECTIVA ENUNCIATIVA.pdfTrabalho de Conclusão de Curso apresentado à banca do Curso de Letras da Universidade Federal do Pampa, como requisito parcial para obtenção do Título de Licenciado em Letras1,71 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons