Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/4568
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Garnero, Analía del Valle-
dc.creatorBarcellos, Suziane Alves-
dc.date.accessioned2019-09-25T14:47:46Z-
dc.date.available2018-12-03-
dc.date.available2019-09-25T14:47:46Z-
dc.date.issued2018-11-01-
dc.identifier.citationBARCELLOS, Suziane Alves. Evolução cariotípica em espécies da família hirundinidae (aves: passeriformes). 2018. 42 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Pampa, Campus São Gabriel, São Gabriel, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/4568-
dc.description.abstractPasseriformes is the largest order among the class Aves, comprising a huge diversity with more than 5000 species. Within this order is present the Hirundinidae family, of which the swallows belong, cosmopolitan birds that have substantially homogenous morphological characteristics. Despite the richness of species of Hirudinidae family, little is known about the genome organization of their members. Hence, the aim of this study was to analyze the chromosomal complement of species - Progne tapera, Progne chalybea and Pygochelidon cyanoleuca. The analyses were performed using Giemsa staining, C-banding, Ag-NOR, Fluorescent in situ hybridization (FISH) of eleven microsatellite sequences and two sets of probes (Gallus gallus e Zenaida auriculata). The three species analyzed showed 76 chromosomes with very similar morphologies, presenting differences only in the 5th, 6th and 7th chromosome pairs of P. cyanoleuca. Two chromosomal pairs bearing nucleolar organizer regions (NORs) were identified, showing an apomorphic condition for these species. The pattern of C-banding was the same found in most birds, areas of heterochromatin distributed mainly in the centromeric regions and W chromosome. Microsatellite sequences organization was similar in both species of Progne, while P. cyanoleuca presented a distinct pattern. Except for (CG) 15, all other 10 sequences produced hybridization signals. Repetitive DNA sequences were found in centromeric, pericentromeric, telomeric regions of the macrochromosomes and two interstitial blocks on the W chromosome. Most of the microchromosomes presented telomeric signals. The Z chromosome presented one hybridization signal in P. tapera and none in the other species. In contrast, W chromosome displayed the accumulation of distinct microsatellite sequences. The swallow W chromosome is larger when compared to most Passeriformes. Such high amounts of repetitive sequences may explain the observed chromosome size enlargement. In sum, these data indicate the significant role that microsatellite sequences may play in sex chromosome differentiation. Concerning comparative chromosome painting, it was observed the same hybridization pattern for the two Progne species, which was very similar to the G. gallus karyotype, except for the centric fission in the first pair, as found in other Passeriformes. Although P. cyanoleuca had demonstrated the same fission in the first pair of the ancestral syntenic (GGA1), it also contains a fusion with a microchromosome in the seventh pair, evidencing an extra chromosomal rearrangement for this species. From the analysis on the chromosomal organization of P. tapera, P. chalybea and P. cyanoleuca, it was possible to observe some of the chromosomal changes that occurred during the karyotype evolution of these species, which showed the proximity between the species P. tapera and P. chalybea.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Francine Silva (francine.silva@unipampa.edu.br) on 2019-09-25T14:47:46Z No. of bitstreams: 1 Evolução cariotípica em espécies da família hirundinidae (aves- passeriformes).pdf: 7388517 bytes, checksum: 0ef927f8235125f5a931447e2930bf7b (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-09-25T14:47:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Evolução cariotípica em espécies da família hirundinidae (aves- passeriformes).pdf: 7388517 bytes, checksum: 0ef927f8235125f5a931447e2930bf7b (MD5) Previous issue date: 2018-11-01en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Pampapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAvespt_BR
dc.subjectFISHpt_BR
dc.subjectCitogenéticapt_BR
dc.subjectMicrossatélitespt_BR
dc.subjectCromossomo Wpt_BR
dc.subjectBirdspt_BR
dc.subjectCitogeneticspt_BR
dc.subjectMicrosatellitespt_BR
dc.subjectW chromosomept_BR
dc.titleEvolução cariotípica em espécies da família hirundinidae (aves: passeriformes)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4075727326925108pt_BR
dc.contributor.referee1Kretschmer, Rafael-
dc.contributor.referee2Gunski, Ricardo José-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2410346128596894pt_BR
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0151366130929448pt_BR
dc.publisher.initialsUNIPAMPApt_BR
dc.publisher.programMestrado Acadêmico em Ciências Biológicaspt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICASpt_BR
dc.description.resumoPasseriformes é a maior ordem da classe Aves, possuindo uma enorme diversidade com mais de 5000 espécies. Dentro desta ordem está presente a família Hirundinidae, da qual as andorinhas pertencem, aves cosmopolitas que possuem características morfológicas substancialmente homogêneas. Apesar da riqueza de espécies da família Hirudinidae, pouco se sabe sobre a organização genômica de seus membros. Assim, o objetivo deste estudo foi analisar o complemento cromossômico das espécies - Progne tapera, Progne chalybea e Pygochelidon cyanoleuca. As análises foram realizadas através de coloração com Giemsa, bandeamento C, Ag-NOR, Hibridização in situ fluorescente (FISH) com onze sequências de microssatélites e dois conjuntos de sondas de cromossomos inteiros (Gallus gallus e Zenaida auriculata). As três espécies analisadas apresentaram 76 cromossomos com morfologias muito semelhantes, apresentando diferenças apenas entre 5º, 6º e 7º pares de cromossomos da espécie P. cyanoleuca. Foram identificados dois pares cromossômicos portadores de regiões organizadoras de nucléolo (NORs), o que caracteriza uma condição apomórfica para essas espécies. O padrão de bandeamento C foi o mesmo encontrado na maioria das aves, áreas de heterocromatina distribuídas principalmente nas regiões centroméricas e no cromossomo W. A organização dos microssatélites foi semelhante nas duas espécies de Progne, no entanto P. cyanoleuca apresentou um padrão distinto. Com exceção de (CG)15, todos os outros 10 microssatélites produziram sinais de hibridização. As sequências de DNA repetitivo foram encontradas nas regiões centroméricas, pericentroméricas e teloméricas dos macrocromossomos, contendo e dois blocos intersticiais no cromossomo W. A maioria dos microcromossomos apresentaram sinais teloméricos. O cromossomo Z apresentou um sinal de hibridização em P. tapera e nenhum nas demais espécies. Em contraste, o cromossomo W exibiu acumulações de distintas sequências de microssatélites. O cromossomo W das andorinhas possui um tamanho elevado quando comparado à maioria dos Passeriformes. Quantidades tão significativas de sequências repetitivas podem explicar o aumento do tamanho dos cromossomos observados. Em suma, esses dados indicam o importante papel que sequências de microssatélites podem desempenhar na diferenciação de cromossomos sexuais. Em relação à pintura cromossômica comparativa, observou-se um mesmo padrão de hibridização para as duas espécies de Progne, das quais demonstraram-se muito semelhantes ao cariótipo de G. gallus, exceto pela fissão cêntrica no primeiro par, como observada em outros Passeriformes. Embora P. cyanoleuca tenha demonstrado a mesma fissão no primeiro par do ancestral (GGA1), a mesma também apresenta uma fusão de um microcromossomo no sétimo par, evidenciando um rearranjo cromossômico extra para esta espécie. A partir das análises sobre a organização cromossômica de P. tapera, P. chalybea e P. cyanoleuca foi possível observar algumas das mudanças cromossômicas que ocorreram durante a evolução cariotípica dessas espécies, das quais evidenciaram a proximidade entre as espécies P. tapera e P. chalybea.pt_BR
dc.publisher.departmentCampus São Gabrielpt_BR
Appears in Collections:Mestrado e Doutorado em Ciências Biológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Evolução cariotípica em espécies da família hirundinidae (aves- passeriformes).pdf7,22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.