Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/4222
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Be Expressive: proposta de método quantitativo para avaliação de UX utilizando expressões faciais
metadata.dc.creator: Medeiros, Bruno Braga
metadata.dc.contributor.advisor1: Cheiran, Jean Felipe Patikowski
metadata.dc.description.resumo: A Experiência de Usuário (UX) é a área de conhecimento que deseja avaliar o impacto de um produto, sistema ou serviço durante a interação destes com seus usuários, visando a melhoria da interação. Tanto na literatura acadêmica quanto em relatos providos da Indústria de Software, existem diversos métodos de avaliação de UX com características distintas, tais como métodos quantitativos, qualitativos e métodos manuais e automatizados. Dentro desse aspecto, esta pesquisa destina-se ao desenvolvimento de um método quantitativo de avaliação de UX utilizando expressões faciais de forma automatizada. Para tanto, uma busca sobre trabalhos relacionados a métodos de avaliação de UX utilizando análise de expressões faciais e métodos de avaliação de UX que utilizam representações de emoções humanas caracterizadas por expressões faciais foi desenvolvida, na qual constatou-se não haver métodos de avaliação de UX que resultem em informações quantitativas utilizando expressões faciais. Após de identificada a possibilidade de criar um novo método de avaliação de UX, o método Be Expressive (BeeX) foi desenvolvido. Posteriormente, desenvolveu-se um protocolo para a realização do experimento com objetivo de verificar a concordância dele com outros dois populares métodos de UX: EmoCards, e User Experience Questionnaire (UEQ). A realização do experimento mostrou uma baixa concordância entre o método Be Expressive e EmoCards (𝜅 ≤ .20) e nenhum nível de concordância entre os métodos Be Expressive e UEQ (𝜅 ≤ .0) em relação às categorias de emoção deles. No entanto, as análises realizadas fornecem algumas descobertas sobre a relação entre usuários e métodos de avaliação de UX. Além disso, a criação de uma escala numérica entre 100 e -100 foi desenvolvida para a classificação quantitativa do método Be Expressive. Por fim, foram executadas 3 entrevistas com profissionais da área de UX e IHC a fim de verificar a possível aderência do método por profissionais das respectivas áreas. De maneira geral, as opiniões obtidas foram favoráveis ao uso do Be Expressive. Como considerações finais foram constatadas a necessidade de mais investigação sobre o uso do Be Expressive, a fim de compreender quais tipos de sistemas podem se beneficiar mais de seu uso e também a necessidade de investigar o impacto de diferentes tipos de métodos de avaliação de UX nas respostas dos usuários.
Abstract: User Experience (UX) is the knowledge field that evaluates the impact of a product, system or service during its interaction with users, aiming at the interaction improvement. In both literature and reports provided by the Software Industry, there are many evaluation methods with distinct characteristics, such as quantitative, qualitative, manual and automatic methods. Within this subject, this work is intended to the development of a automatic quantitative UX evaluation method using facial expression. For that, a search for works related to UX methods that use facial expression analysis and UX methods that use representation of human emotions through facial expressions was accomplished, wherein no quantitative UX evaluation method using facial expressions was found. After identifying the availability of developing a new UX evaluation method, a protocol for executing the experiment intended to verify the level of agreement between the results of two other popular UX methods, EmoCards and User Experience Questionnaire (UEQ), and the developed method, Be Expressive (BeeX), was created. The experiment analysis reported a low level of agreement between Be Expressive and EmoCards (𝜅 ≤ .20) and no level of agreement between EmoCards and UEQ (𝜅 ≤ .0) related to their emotional poles. However, the analyses accomplished provide some findings about the relation between users and UX evaluation methods. Moreover, a scale ranging from -100 to 100 was developed in order to classify the output quantitatively. Lastly, 3 interviews with Human-Computer Interaction and User Experience Professionals were executed in order to verify the availability of using the Be Expressive method. Broadly stating, the opinions obtained were favorable to the usage of Be Expressive. Relating to the final considerations, the need for more research on the usage of Be Expressive was verified in order to understand which types of systems can benefit the most from this method and also the need for investigating the impact of different types of UX methods on the users’ evaluation feedback.
Keywords: Engenharia de software
Interação humano-computador
Expressões faciais
Emoções
Software engineering
Human-computer interaction
Facial expressions
Emotions
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pampa
metadata.dc.publisher.initials: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus Alegrete
Citation: MEDEIROS, Bruno Braga. Be Expressive: proposta de método quantitativo para avaliação de UX utilizando expressões faciais. Orientador: Jean Felipe Patikowski Cheiran. 2019. 119 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Engenharia de Software) - Universidade Federal do Pampa, Curso de Engenharia de Software, Alegrete, 2019.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/4222
Issue Date: 28-Jun-2019
Appears in Collections:Engenharia de Software

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Bruno Medeiros - 2019.pdf4,19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.