Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3789
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Modelos virtuais de afloramento aplicados à estratigrafia de sequências e modelagem de análogos de reservatório fluvial na Bacia Lusitânica
metadata.dc.creator: Kroth, Mateus
metadata.dc.contributor.advisor1: Guadagnin, Felipe
metadata.dc.description.resumo: Afloramentos de rochas sedimentares análogos a reservatórios de óleo e gás natural tem sido cada vez mais utilizados pela indústria petrolífera para auxiliar a determinação de parâmetros de distribuição espacial e temporal dos reservatórios e suas heterogeneidades. Estes afloramentos fornecem informações geológicas pertinentes para compreensão das características das rochas em subsuperfície, como geometria, variações texturais, composicionais e diagenéticas. A estratigrafia de sequências é uma ferramenta que permite zonear tanto afloramentos análogos quanto reservatórios naturais por meio da definição dos padrões de preenchimento da bacia sedimentar. A determinação destes padrões de preenchimento em afloramentos análogos permite a caracterização e predição da qualidade de reservatórios em subsuperfície. Apesar de extremamente relevante para a indústria petrolífera, o estudo de afloramentos ainda é realizado utilizando técnicas analógicas em 1D e 2D. Com os Modelos Virtuais de Afloramento (MVA) podem ser criados modelos de reservatório de maneira similar ao fluxo de trabalho utilizado na indústria, com as informações geológicas e estratigráficas obtidas a partir de dados digitais. Este realizou a análise das heterogeneidades das rochas depositadas em sistemas fluviais e a construção de modelos de reservatórios através da estratigrafia de sequências e MVA. A área de estudo compreende um conjunto de falésias localizadas a oeste de Portugal e compreende rochas da Formação Lourinhã (Jurássico Superior, Bacia Lusitânica). Através deste trabalho foram delimitadas oito fotofácies e três associações de fotofácies caracterizando elementos arquiteturais de reservatórios fluviais. A partir da interpretação faciológica pode-se observar distintos padrões de empilhamento e definir os tratos de sistemas de nível alto, nível baixo e transgressivo. Foram então delimitadas quatro sequências deposicionais e sugerido a presença de sequências de maior frequência associada a estas. A partir das associações de fotofácies foram também construídos volumes geocelulares representando a geometria dos depósitos. Estes corpos possibilitaram a representação das variações internas de qualidade de um reservatório de hidrocarboneto em sistemas fluviais, e a análise da relação entre a qualidade do reservatório com diferentes tratos de sistemas.
Abstract: Sedimentary deposits outcrops analogous to oil and natural gas reservoirs have been increasingly used by the oil industry to help determine the spatial and temporal distribution parameters of the reservoirs and their heterogeneities. These outcrops provide relevant geological information for understanding the characteristics of subsurface rocks. Sequence stratigraphy is a tool that allows zoning both analogous outcrops and natural reservoirs through the definition of sedimentary basin filling patterns. The determination of the filling patterns in similar outcrops allows the characterization and prediction of the quality of subsurface reservoirs. Although extremely relevant for the oil industry, the study of outcrops is still carried out using 1D and 2D analog techniques. Virtual Outcrop Models (MVA) are photorealistic 3D digital representations that transform nature's forms into three-dimensional computer models. With MVA, reservoir models can be created in a manner similar to the workflow used in industry, with geological and stratigraphic information obtained from digital data. This work has the objective of analyzing the heterogeneities of rocks deposited in river systems and the construction of reservoir models through sequence stratigraphy and MVA. The study area comprises a cluster of cliffs, about 30m high and a total of 1.8km long. The region is located to the west of Portugal and comprises rocks of the Lourinhã Formation, Upper Jurassic, of the Lusitanian Basin. Through this work, eight photofacies and three photofacies associations were delineated, characterizing the architectural elements of fluvial reservoirs. From the faciological interpretation it’s possible to observe different stacking patterns and define high level, low level and transgressive system tracts. Four depositional sequences were then delimited, and the presence of higher frequency sequences associated with them was suggested. From the photofacies associations were also constructed geocellular volumes representing the geometry of fluvial channels, floodplains and deposits of crevasse splay. These bodies allowed the representation of the internal variations of the quality of a hydrocarbon reservoir in fluvial systems, and the analysis of the relation between the quality of the reservoir with different systems tracts.
Keywords: Análogo de reservatório
Estratigrafia de sequências
Modelos virtuais de afloramento
Reservoir Analogous
Sequence Stratigraphy
Virtual Outcrop Model
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pampa
metadata.dc.publisher.initials: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus Caçapava do Sul
Citation: KROTH, Mateus. Modelos virtuais de afloramento aplicados à estratigrafia de sequências e modelagem de análogos de reservatório fluvial na Bacia Lusitânica. 2018. 78 f. Trabalho de Conclusão de Curso – Curso de Geologia, Universidade Federal do Pampa, Caçapava do Sul, 2018.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3789
Issue Date: 2018
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mateus Kroth - 2018.pdf6,84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.