Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3777
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Geoquímica dos pórfiros da cordilheira da costa no norte do Chile: um estudo de caso
metadata.dc.creator: Queiroz, Diogo Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Almeida, Delia del Pilar Montecinos de
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho apresenta dois estudos distintos realizado no norte do Chile, região compreendida entre Antofagasta e Iquique, na cordilheira da costa. A escala regional tem-se análises de geoquímica de rocha total os quais foram analisadas com ênfases em terras raras. Para o estudo de escala local a empresa Sociedade Química e Mineira do Chile (SQM) proporcionou amostras de superfície e de 2 furos de sondagens, nas quais se realizaram análise de química mineral no Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV) da área prospectiva de Búfalo, região de Antofagasta. O objetivo do estudo de caráter regional foi realizar uma comparação geoquímica, com ênfases nos elementos das terras raras (ETR) com verificação e organização dos padrões geoquímicos das diferentes litologias, para assim sugerir processos e controles geológicos que podem influenciar na mineralização. Na área de Búfalo, com o estudo de microscopia e de química mineral, foi possível determinar a mineralogia de minérios, micros-estruturas e micro-texturas. As datações isotópicas previamente conhecidas na área apontam para idades entre 51 a 53 MA, confirmando que se trata de pórfiros do Paleógeno que encontram-se ao longo da depressão central inserida no sistema de falhas Domeyko. Quando considera a abundância de ETR nos pórfiros, as seqüências mais tardias tendem a concentrar os maiores abundâncias de ETR total. Devido ao fato de os ETR serem mais incompatíveis que os elementos metálicos da mineralização dos pórfiros, os ETR são concentrados no magma residual e podem ser usados para marcar os estágios do magma e isso possibilitou dividir as amostras em grupos e também destacar quais grupos teriam maiores possibilidades de apresentarem mineralizações. Os grupos com os menores teores médios de ETR apresentam maior potencial de mineralização, podendo destacar áreas prospectivas como Galenosa, Quillagua e Puntillas. O MEV além de produzir as imagens da mineralogia das lâminas amostradas também caracterizou a geoquímica do minério de cobre permitindo afirmar que trata-se de minerais de enargita, associada com pirita. Devido ao conteúdo metálico da enargita possivelmente a rocha sofreu um processo de lixiviação que mobilizou teores de cobre reduzindo sua concentração na composição mineralógica e produzindo alterações de hematita enriquecidas em cobre.
Abstract: The present work presents two distinct studies carried out in the region between Antofagasta and Iquique, in the coastal mountain range. The regional scale has analyzes of total rock geochemistry which were analyzed with emphasis on rare earths. At the local scale the company Sociedade Química e Mineira de Chile (SQM) provided surface samples and 2 drill holes, in which mineral chemistry analysis was carried out in the Scanning Electron Microscope (SEM) of the prospective area of Búfalo, Antofagasta region . The objective of the regional study was to perform a geochemical comparison, with emphasis on rare earth elements (REE) with verification and organization of the geochemical patterns of the different lithologies, in order to suggest geological processes and controls that may influence the mineralization. In the area of Buffalo, with the study of microscopy and mineral chemistry, it was possible to determine ore mineralogy, microstructures and micro-textures. The isotopic dates previously known in the area point to ages between 51 to 53 MA, confirming that these are Paleogene porphyries that lie along the central depression inserted in the Domeyko fault system. When considering the abundance of REE in porphyry, the later sequences tend to concentrate the greatest abundances of total REE. Due to the fact that REE are more incompatible than the metal elements of porphyry mineralization, REE are concentrated in the residual magma and can be used to mark the magma stages and this allowed dividing the samples into groups and also highlighting which groups would have larger possibilities of mineralization. The groups with the lowest ETR levels present higher potential of mineralization, being able to highlight prospective areas such as Galenosa, Quillagua and Puntillas. The SEM besides producing the images of the mineralogy of the sampled slides also characterized the geochemistry of the copper ore allowing to affirm that these are minerals of enargite, associated with pyrite. Due to the metallic content of the enargite the rock may have undergone a leaching process that mobilized copper contents reducing its concentration in the mineralogical composition and producing changes of hematite enriched in copper.
Keywords: Geoquímica
Porfiros
Minério
Chile
Geochemistry
Porphyry
Ore
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pampa
metadata.dc.publisher.initials: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus Caçapava do Sul
Citation: QUEIROZ, Diogo Silva de. Geoquímica dos pórfiros da cordilheira da costa no norte do Chile: um estudo de caso. 2018. 65 f. Trabalho de Conclusão de Curso – Curso de Geologia, Universidade Federal do Pampa, Caçapava do Sul, 2018.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3777
Issue Date: 2018
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diogo Silva de Queiroz - 2018.pdf2,33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.