Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3593
Tipo: Monografia de Especialização
Título: Direito à educação: para quê?
Autor(es): Zaromski, Leonardo Rafael de Araujo
Primeiro Orientador: Garcia, Jucenir
metadata.dc.contributor.referee1: Caruso, Angela Miguelis
Resumo: O Artigo XXVI da Declaração Universal dos Direitos Humanos garante o direito à instrução, sendo ela orientada para o desenvolvimento da personalidade humana, com ênfase no respeito, compreensão e tolerância entre as mais diversas nações. Existe um tipo de educação que somente aliena o ser humano e existe outro tipo que promove o diálogo, a criticidade, a problematização, a liberdade, é chamada de educação dialógica, desenvolvida e promovida por Paulo Freire. A educação é o meio mais eficaz para transformar as pessoas e a sociedade. Através da educação o homem constrói a sua personalidade humana. Sendo garantida pela Constituição Federal do Brasil, a instrução para todos é um direito e dever conquistado. A principal preocupação é saber que tipo de educação está sendo oferecida, e com quais propósitos ela está sendo desenvolvida. Educar para alienação ou educar para a libertação. Ter direito à educação não basta, é necessário “poder saber” como a sociedade está sendo educada e para quê.
Abstract: El artículo XXVI de la Declaración Universal de los Derechos Humanos garantiza el derecho a la instrucción, orientada al desarrollo de la personalidad humana, con énfasis en el respeto, comprensión y tolerancia entre las más diversas naciones. Hay un tipo de educación que sólo aliena al ser humano y existe otro tipo que promueve el diálogo, la criticidad, la problematización, la libertad, es llamada de educación dialógica, desarrollada y promovida por Paulo Freire. La educación es el medio más eficaz para transformar a las personas y la sociedad. A través de la educación el hombre construye su personalidad humana. Siendo garantizada por la Constitución Federal de Brasil, la instrucción para todos es un derecho y deber conquistado. La principal preocupación es saber qué tipo de educación se está ofreciendo, y con qué propósitos se está desarrollando. Educar para enajenación o educar para la liberación. Tener derecho a la educación no basta, es necesario "poder saber" cómo la sociedad está siendo educada y para qué.
Palavras-chave: Cidadania
Direitos Humanos
Educação
Sociedade
Ciudadanía
Derechos Humanos
Educación
Sociedad
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Federal do Pampa
Sigla da Instituição: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus Jaguarão
metadata.dc.publisher.program: Especialização em Direitos Humanos e Cidadania - 3ª Edição
Citação: ZAROMSKI, Leonardo Rafael de Araujo. Direito à educação: para quê?. 25p. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Curso de Especialização em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade Federal do Pampa, Campus Jaguarão, Jaguarão, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3593
Data do documento: 15-Mar-2014
Aparece nas coleções:Especialização em Direitos Humanos e Cidadania

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LeonardoRafaeldeAraujoZaromski2014.pdfLeonardo Rafael de Araujo Zaromski 2014362,67 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.