Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3489
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Balardim, Rafael-
dc.creatorOzório, Débora Urias-
dc.date.accessioned2018-12-06T17:50:06Z-
dc.date.available2018-08-27-
dc.date.available2018-12-06T17:50:06Z-
dc.date.issued2018-06-14-
dc.identifier.citationOZORIO, Debora Urias. Politica externa, reaproximação e desenvolvimento: as relações Brasil - Cuba (2003 - 2010). 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais). Santana do Livramento: Universidade Federal do Pampa, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3489-
dc.description.abstractThe process of globalization today can be considered an essential element of life in society. It was through globalization that States have identified the need to work together for common goals. Brazil has been considered, since the end of ninety century, a regional leadership. Working for it's growth, but also helping other developing countries to achieve their goals through their international policy strategies. This paper aims to research the bilateral relations established between Brazil and Cuba, from 2003 to 2010. The aim is to analyze the issue, considering elements such as globalization, foreign policy, and diplomacy of the governments exercised in the two during the period mentioned above. The objective is to understand the history of the relationship between Brazil and Cuba, as well as the importance of this approximation, and the interests of each nation in this relationship. For this, the methodology of qualitative research, based on bibliographic research, is used for descriptive purposes.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Maria Fortes (mariafortes@unipampa.edu.br) on 2018-08-23T14:29:09Z No. of bitstreams: 1 TCC II Debora 0806 final final.pdf: 882462 bytes, checksum: 57fa8ae99055ff7354ddd8247fd9ce8c (MD5)en
dc.description.provenanceRejected by Dayse Pestana (dayse.pestana@unipampa.edu.br), reason: Metadados referencia 1 está todo em maiúscula on 2018-08-24T12:47:36Z (GMT)en
dc.description.provenanceSubmitted by Maria Fortes (mariafortes@unipampa.edu.br) on 2018-12-06T11:19:26Z No. of bitstreams: 1 TCC II Debora 0806 final final.pdf: 882462 bytes, checksum: 57fa8ae99055ff7354ddd8247fd9ce8c (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Dayse Pestana (dayse.pestana@unipampa.edu.br) on 2018-12-06T17:50:06Z (GMT) No. of bitstreams: 1 TCC II Debora 0806 final final.pdf: 882462 bytes, checksum: 57fa8ae99055ff7354ddd8247fd9ce8c (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-12-06T17:50:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TCC II Debora 0806 final final.pdf: 882462 bytes, checksum: 57fa8ae99055ff7354ddd8247fd9ce8c (MD5) Previous issue date: 2018-06-14en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Pampapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCubapt_BR
dc.subjectPolítica externapt_BR
dc.subjectRelações Brasil-Cubapt_BR
dc.subjectInternational Relationspt_BR
dc.subjectDiplomacy; Brazilpt_BR
dc.subjectBilateral Relationspt_BR
dc.titlePolítica externa, reaproximação e desenvolvimento: as relações Brasil-Cuba (2003-2010)pt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2958148121390357pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6845593933063244pt_BR
dc.contributor.referee1Schmidt, Rafael Vitoria-
dc.contributor.referee2Muratt, Bernardo Schirmer-
dc.contributor.referee2Lattesbernardoschirmer@unipampa.edu.brpt_BR
dc.contributor.referee1Lattesrafaelschmidt@unipampa.edu.brpt_BR
dc.publisher.initialsUNIPAMPApt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.relation.referencesALMEIDA, P. R. A diplomacia do governo Lula em seu primeiro mandato: um balanço e algumas perspectivas. Carta Internacional, v. 2, n. 1, p. 03-10, mar, 2007. ISSN 25269038. Disponível em: <https://cartainternacional.abri.org.br/Carta/article/view/404>. Acesso em: 07 mai. 2018. ALZUGARAY, C. La política exterior de Cuba en la década de 90: intereses, objetivos y resultados. 2003, Política Internacional, 1(1), pp. 14-32. AMORIM, Celso. A diplomacia multilateral do Brasil: um tributo a Rui Barbosa. Brasilia: Fundação Alexandre de Gusmão, 2007. ______________. Política externa do governo Lula: os dois primeiros anos. Análise de Conjuntura OPSA, n 4 mar.2005. Disponível em: http://observatorio.iuperj.br/artigos_resenhas/Artigo%20Celso%Amorim.pdf Acesso em: 27.mai.2018 ARAÚJO, Angela (org.). Do corporativismo ao neoliberalismo: Estado e trabalhadores no Brasil e na Inglaterra. São Paulo: Boitempo, 2002. ARON, R. Paz e Guerra entre as Nações. São Paulo: Universidade de Brasília, 2002. ISBN 852300095X. Disponível em: < http://funag.gov.br/loja/download/43-Paz_e_Guerra_entre_as_Nacoes.pdf >. Acesso em: 10 abr. 2018. AYERBE, L. F. A Revolução Cubana. São Paulo: Editora UNESP, 2004. ISBN 8571395497. BAER, W. A economia Brasileira. 2 ed. São Paulo: Nobel, 2009. ISBN 9789463045476. BANCO CENTRAL DO BRASIL. História do Dinheiro no Brasil. 2010. Disponível em: < http://www.bcb.gov.br/pt-br/#!/n/HISTDIN>. Acesso em: 26 mar. 2018. BEDIN, G. A. Estado, cidadania e globalização do mundo: algumas reflexões e possíveis desdobramentos. In: OLIVEIRA, O. M. (Org.). Relações internacionais e globalização: grandes desafios. Ijuí: Editora Unijuí, 1999. BEZERRA, G. H. M. Brasil-Cuba: Relações Diplomáticas no Contexto da Guerra Fria (1959-1986). Brasília: FUNAG, 2010. Disponível em: <http://funag.gov.br/loja/download/638-Brasil_-_Cuba_Relacoes_PolItico__Diplomaticas_no_Contexto_da_Guerra_Fria.pdf>. Acesso em: 25 mar. 2018. BRASIL EXPORT. Indicadores Econômicos – Cuba. s/d. Disponível em: <http://www.brasilexport.gov.br/sites/default/files/publicacoes/indicadoreseconomicos/indcub a.pdf>. Acesso em: 11 maio 2018. BRESSAN, R. N. As relações Brasil e Cuba: das vantagens econômicas à retração política. Brazilian Journal of International Relations, v. 6, n. 3, p. 469-490, set./dez., 2017. ISSN: 2237-7743. Disponível em: <http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/bjir/article/view/6767>. Acesso em: 09 mai. 2018. BRUNOW, V. O. A relações político-econômicas entre Brasil e Cuba durante o governo Lula: solidariedade ou expansão do capital transnacional. Revista Brasileira de Estudos Estratégicos, v. 1, n. 3, jan./jun. 2010. Disponível em: <http://www.rest.uff.br/index.php/rest/article/view/34>. Acesso em: 09 mai. 2018. BULL, H. A Sociedade Anárquica: Um estudo da ordem na política mundial. São Paulo: Universidade de Brasília, 2002. ISBN 8523006354. Disponível em: < http://funag.gov.br/loja/download/158-Sociedade_Anarquica_A.pdf>. Acesso em: 10 mai. 2018. CANCIAN, R. Governo Itamar Franco (1992 - 1994). UOL Educação, 2008. Disponível em: < http://educacao.uol.com.br/disciplinas/historia-brasil/governo-itamar-franco-19921994-fhc-inicia-plano-real.htm>. Acesso em: 13 abr. 2018. CASTRO, Flavio Mendes de Oliveira. Dois séculos de história de organização do Itamaraty (1808 a 2008). Brasília: FUNAG, 2009. Vol. I e II. CERVO, A L. A ação internacional do Brasil em um mundo em transformação: conceitos, objetivos e resultados (1990-2005). In: ALTEMANI, H.; LESSA, A. C. Relações Internacionais do Brasil: temas e agendas. São Paulo: Saraiva, 2006. CERVO, Amado Luiz. Inserção internacional: formação dos conceitos brasileiros. São Paulo: Saraiva, 2008. CENTRAL INTELLIGENCE AGENCY (CIA). Cia World Factbook. 2018. Disponível em: <https://www.cia.gov/library/publications/resources/the-world-factbook/geos/cu.html>. Acesso em: 20 mai. 2018. DEVÉS VALDÉS, E. El pensamiento latinoamericano en el siglo XX: entre la modernización y la identidad. Buenos Aires: Biblos, 2004. DISCURSO de posse do Presidente Lula em 1º de janeiro de 2003. Disponível em: <www.funag.gov.br/loja/download/505-discursos_selecionados_lula.pdf>. Acesso em: 13 mai. 2018. ELESBÃO, I. O espaço rural brasileiro em transformação. Finesterra, n 84, p.47-65, 2007. Disponível em: <http://revistas.rcaap.pt/finisterra/article/view/1421/1117 >. Acesso em: 08 abr. 2018. FERNANDES, F. Da Guerrilha ao Socialismo: a Revolução Cubana. São Paulo: Expressão popular, 2007. ISBN 9788587394958 FREITAS, E. D. O Socialismo. Mundo Educação, 2015. Disponível em: <http://www.mundoeducacao.com/geografia/o-socialismo.htm>. Acesso em: 07 mai. 2018. FURTADO, Celso. Formação econômica do Brasil. São Paulo: Editora nacional, 1991. FURTADO, Milton Braga. Síntese da economia brasileira. Rio de Janeiro: LTC- Livros Técnicos e Científicos Editora S.A. 1999. FUNDO DE POPULAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Cooperação Sul-Sul. 2015. Disponível em: <http://www.unfpa.org.br/novo/index.php/sobre-o-unfpa/cooperacao-sul-sul>. Acesso em: 02 mai. 2018. GIDDENS, A. Sociologia. Porto Alegre: Artmed, 2005. ___________. O mundo na era da globalização. Lisboa: Presença, 2000. GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social.São Paulo: Atlas, 2008. HIRST, Monica. Países de renda média e a cooperação Sul-Sul: entre o conceitual e o político. In: LIMA, Maria Regina Soares de; HIRST, Monica (org.). Brasil, Índia e África do Sul: desafios e oportunidades para novas parcerias. São Paulo: Paz e Terra, 2009. HIRST, M.; LIMA, M. R. S.; PINHEIRO, L. A política externa brasileira em tempos de novos horizontes e desafios. Revista Nueva Sociedad, Especial em português, p. 22-41, 2010. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Mapa político do Brasil. 2014. Disponível em: <http://atlasescolar.ibge.gov.br/mapas-atlas/mapas-do-brasil/federacaoe-territorio>. Acesso em: 09 abr. 2018. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Características gerais da população, religião e pessoas com deficiência. 2010. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/estadosat/temas.php?sigla=ac&tema=censodemog2010_relig>. Acesso em: 10 abr. 2018. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA . Extensão territorial. 2014. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/paisesat/main_frameset.php>. Acesso em: 10 abr. 2018. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. População Total. 2014. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/paisesat/main_frameset.php>. Acesso em: 10 abr. 2018. INSTITUTO RIO BRANCO. Cursos do Instituto Rio Branco. 2014. Disponível em: <http://www.institutoriobranco.mre.gov.br/pt-br/>. Acesso em: 10 abr. 2018. LACERDA, A. C. et al. Economia brasileira. São Paulo: Saraiva, 2000. LIMA, Maria Regina Soares de. A política externa Brasileira e os desafios da cooperação SulSul. Revista Brasileira de Política internacional, vol. 48, no1, pp.24-59,2005. ___________. A politica externa brasileira e os interesses internacionais. OPSA.2008. Disponível em: http://observatorio.iesp.uerj.br/pdfs/98_artigos_200805_Pol%C3ADtica%20Externa%20e%20Interesses%20Nacionais.pdf. Acesso em 17.mai.2018 LIMA, Maria Regina Soares de; COUTINHO, Marcelo Vasconcelos. Integração moderna. Analise de conjuntura OPSA, n1, janeiro 2006. Disponivel em: http://observatorio.iesp.uerj.br/pdfs/14_ Acesso em: 17.mai.2018 MAGALHÃES, J. C. A Diplomacia Pura. Lisboa: April, 1982. MAGALHÃES, J. C. Manual Diplomático. Lisboa: Ministério dos Negócios Estrangeiros, 1997. Disponível em: <http://minhateca.com.br/pedroassisteixeira/LIVROS/LIVROS+E+ARTIGOS/DIPLOMACI A/MANUAL++DIPLOM*c3*81TICO+- +JOS*c3*89+CALVET+MAGALH*c3*83ES,109982450.pdf>. Acesso em: 02 mai. 2018. MANTZIKOS, I. Brazil's Soft Power Dynamics in Africa. Diplomatic Courier, 2012. Disponível em: <http://www.diplomaticourier.com/news/regions/africa/253-brazil-s-softpowerdynamics-in-africa>. Acesso em: 23 mar. 2018. MARIANO, K. P. Globalização, integração e o Estado. Lua Nova, São Paulo, v 71, p. 123168, 2007. MARIANO, K. L. P. Nova visão das teorias de integração regional. um modelo para a América Latina. 2004. Relatório de pesquisa (Pós- Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Estadual Paulista, Marília, 2004. MARQUES, R. M.; FERREIRA, M. R. J. F. (Org.). O Brasil sob a nova ordem: a economia brasileira contemporânea: uma análise dos governos Collor a Lula. São Paulo: Saraiva, 2010. MARRA, Terezinha Aparecida Mendes. Integração latino-americana e sua inserção no mundo globalizado. Revista Mosaico, v.1, n2, jul/dez. 2008. MENDES MARRA, T. A. Integração Regional no Cone Sul: a experiência ArgentinoBrasileira no século XX. Estudos, v. 31, n. 5, maio de 2004. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR. Estatísticas de comércio exterior - DEAEX. s/d. Disponível em: <http://www.desenvolvimento.gov.br/sitio/interna/interna.php?area=5&menu=576%2>. Acesso em: 02 mai. 2018. MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES. Regimento Interno. 2008. Disponível em: <http://www.itamaraty.gov.br/temas/acesso-a-informacao/institucional/temas/acesso-ainformacao/institucional/regimento-interno-1>. Acesso em: 19 mai. 2018. MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES. Concórdia: base de dados de atos internacionais do Brasil. s/d. Disponível em: <https://concordia.itamaraty.gov.br/pesquisa?TituloAcordo=cuba>. Acesso em: 10 mai. 2018. MOLINA, J. M. G. La economía cubana desde el siglo XVI al XX: del colonialismo al socialismo con mercado. México: CEPAL, 2005. Disponível em: <https://repositorio.cepal.org/bitstream/handle/11362/4947/1/S050273_es.pdf>. Acesso em: 20 mai. 2018. MORGENTHAU, H. J. A Política Entre as Nações. São Paulo: Universidade de Brasília, 2003. NYE, J. S. Soft Power: The Means to Success in World Politics. Nova York: Public Affairs, 2004. OLIVEIRA, M. G.. O Mercosul em busca de uma teoria de integração política. In: LIMA. M. C. (Org.). O lugar da América do Sul na Nova Ordem Mundial. São Paulo: Cortez, 2001. OLIVEIRA, M. F. Conjuntura internacional e sua influência na constituição e desenvolvimento do Mercosul. In: VIGEVANI, T. (org.). Mercosul: a emergência de uma nova sociedade. São Paulo: Cedec, 2001. POMAR, W. Cuba: revolução e reforma. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2016. PRAZERES,Tatiana Lacerda. A integração sul-americana, uma ideia fora do lugar?In O Brasil e a América do sul. desafios do século XXI. Brasília.. Fundação Alexandre Gusmao, 2006 RAMANZINI JUNIOR, Haroldo. Uma análise da política externa do governo Lula da Silva. Revista debates, Porto Alegre, v.4, n.2, p.60-80, jul.-dez. 2010. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/debates/article/view/16561 Acesso em: 13.mai.2018 RAMANZINI JUNIOR, Haroldo; AYERBE Luis Fernando. Política externa brasileira, cooperação sul-sul e negociações. 1. ed. - São Paulo : Cultura Acadêmica, 2015. REIS, D. A. A Revolução e o Socialismo em Cuba: ditadura revolucionária e construção do consenso. In: QUADRAT, S; ROLLEMBERG, D. (Org.). A Construção Social dos Regimes Autoritários: Brasil e América Latina. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010. REZENDE, B. P. As relações Brasil-Cuba: liberalização, integração e desenvolvimento. Mundorama, 2010. Disponível em: <http://www.mundorama.net/2010/09/19/as-relacoesbrasilcuba-liberalizacao-integracao-e-desenvolvimento-por-bruno-pereira-rezende/>. Acesso em: 25 mar. 2018. RIEDGER, Bruna Figueiredo. A politica externa do governo Lula e a estratégia de relações inter-regionais. Porto Alegre, 2010. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/28389. Acesso em 02.abr.2018 SANTOS, M. Técnica, espaço e tempo: globalização e meio técnico-científico. São Paulo: Hucitec, 1997. SEITENFUS, R. A. S. Relações Internacionais. Barueri, SP: Manole, 2004. SILVA,M. A. et al. Política Externa, Revolução e Desenvolvimento: um balanço das relações Brasil-Cuba. Monções, v.4, n. 7, jan./jun., 2015. ISSN 2316-8323. Disponível em: <http://www.periodicos.ufgd.edu.br/index.php/moncoes>. Acesso em: 06 abri. 2018. SOUZA, N. A. Economia Brasileira contemporânea: de Getúlio a Lula. São Paulo: Atlas, 2008. TASSARA, E. T. O.; DAMERGIAN, S. Para um novo humanismo: contribuições da Psicologia Social. Estud. Av, v.10, n. 28, São Paulo, set./dez. 1996. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103- 40141996000300013&script=sci_arttext>. Acesso em: 14 abr. 2018. THE WORLD BANK. Brazil. 2015. Disponível em: <http://data.worldbank.org/country/brazil>. Acesso em: 11 abr. 2018. THE WORLD BANK. Cuba. 2015. Disponível em: <http://data.worldbank.org/country/brazil>. Acesso em: 08 mai. 2018. VASCONCELOS, L. L. Um repasse sobre as relações Brasil-Cuba. Contexto Internacional, Rio de Janeiro, v. 13, n. 2, p. 187-203, jul./dez., 1991. VIGEVANI, Tullo; CEPALUNI, Gabriel. A Política Externa de Lula da Silva: A Estratégia da Autonomia pela Diversificação. Contexto Internacional, Rio de Janeiro, v. 29, n. 2, p. 273-335, ago. 2007. VIGEVANI, Tullo; RAMANZINI JÚNIOR, Haroldo. Mudanças da inserção brasileira na América Latina. Lua nova, São Paulo, n. 78, p. 37-75, out. 2009. VILLA, R.;VIANNA, M. Política Externa do governo Lula: autonomia pela integração ou em busca de um novo paradigma. IN: ALBUQUERQUE, J. A. (Org.) A Política Externa do Governo Lula (2003-2005). São Paulo: Marco, 2007. VIZENTINI, P. F. De FHC a Lula: Uma década de política externa (1995-2005). Civitas, Porto Alegre, v. 5, n. 2, 2005. WALTZ, K. N. Teoria das Relações Internacionais. Lisboa: Gradiva, 2002.pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADASpt_BR
dc.description.resumoO processo de globalização, atualmente, pode ser considerado um elemento essencial à vida em sociedade. Foi por meio da globalização, que os Estados identificaram a necessidade de trabalhar em conjunto por objetivos em comum. O Brasil, foi considerado a partir do final do século passado, liderança regional da América Latina, trabalhou pelo seu crescimento, mas também ajudou outros países em desenvolvimento a atingirem seus objetivos, por meio de suas estratégias de política internacional. Este trabalho tem como objeto de pesquisa, as relações bilaterais estabelecidas entre Brasil e Cuba, no período de 2003 a 2010. Pretende-se analisar o tema, considerando elementos como, a globalização, a política externa, e a diplomacia dos governos exercidos nos dois países durante o período supracitado. Objetiva-se compreender a história da relação entre Brasil e Cuba, assim como a importância dessa aproximação, e os interesses de cada nação nessa relação. Para isso, utiliza-se da metodologia de pesquisa qualitativa, baseada em pesquisa bibliográfica, com fins descritivos.pt_BR
dc.publisher.departmentCampus Santana do Livramentopt_BR
Appears in Collections:Relações Internacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC II Debora 0806 final final.pdfTCC Debora Urias Ozorio 2018861,78 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.