Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3381
Tipo: Dissertação
Título: Análise espacial dos casos de leishmaniose visceral canina no município de Itaqui (2009-2016)
Título(s) alternativo(s): Spatial analysis of cases of canine visceral leishmaniasis in the municipality of Itaqui (2009-2016)
Autor(es): Marques, Gisele Dias
Primeiro Orientador: Pellegrini, Debora da Cruz Payão
Resumo: A Leishmaniose é uma doença emergente em países em desenvolvimento. Com características de zoonose rural, tem sido descrita com frequência em centros urbanos e acomete cães e humanos. Este estudo teve como objetivo analisar fichas de Protocolo de Campo Veterinário utilizado pela Vigilância Sanitária no município de Itaqui, estado do Rio Grande do Sul, entre os anos de 2009 e 2016. Foram analisadas 1.392 fichas, onde constatou-se com essas avaliações 54,74% de cães negativos para LVC e 44,54% dos cães pesquisados positivos para LVC. Os bairros de maior incidência foram: Centro (209), Chácara (56), Cidade Alta (50), Capelinha (40) e Ponte Seca (39). Com o uso de ferramentas de Sistema de Informações Geográfica (SIG) foi possível detectar zonas com maior ocorrência de casos. Nos bairros Centro e Ponte Seca, foi identificado como o primeiro local de infecção em cães, relacionando a esses casos as zonas ribeirinhas e os adensamentos de vegetação, fatores de risco para proliferação de vetores. Estudos na área da epidemiologia ilustram a prevalência da doença em grupos populacionais comparando ou diferenciando em áreas de risco definidas.
Abstract: Leishmaniasis is an emerging disease in developing countries. With characteristics of rural zoonosis, it has been frequently described in urban centers and affects dogs and humans. The objective of this study was to analyze records of the Veterinary Field Protocol used by Sanitary Surveillance in the municipality of Itaqui, state of Rio Grande do Sul, between 2009 and 2016. A total of 1.392 records were analyzed, 54,74% of dogs negative for LVC and 44,54% of dogs tested positive for LVC. The most important neighborhoods were: Centro (209), Chácara (56), Cidade Alta (50), Capelinha (40) and Ponte Seca (39). With the use of Geographic Information System (GIS) tools, it was possible to detect areas with higher occurrence of cases. In the Centro and Ponte Seca districts, it was identified as the first infection site in dogs, relating to these cases riverine zones and vegetation densities, risk factors for vector proliferation. Studies in the area of epidemiology illustrate the prevalence of the disease in population groups comparing or differentiating in defined risk areas.
Palavras-chave: Leishmaniose
Análise espacial
Epidemiologia
SIG
Leishmaniasis
Spatial analysis
Epidemiology
GIS
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Federal do Pampa
Sigla da Instituição: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus Uruguaiana
metadata.dc.publisher.program: Mestrado Acadêmico em Ciência Animal
Citação: MARQUES, Gisele Dias. Análise espacial dos casos de leishmaniose visceral canina no município de Itaqui (2009-2016). 58 p. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) – Universidade Federal do Pampa, Campus Uruguaiana, Uruguaiana, 2017
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3381
Data do documento: 14-Set-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciência Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Gisele Dias Marques.pdf2,37 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.