Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3378
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Efeito protetor do vinho ruby cabernet em um modelo de hipercolesterolemia em camundongos
Other Titles: Protective effect of ruby cabernet wine in a model of hypercholesterolemia in mice
metadata.dc.creator: Moraes, Etiára de Mattos
metadata.dc.contributor.advisor1: Jesse, Cristiano Ricardo
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Souza, Leandro Cattelan
metadata.dc.description.resumo: O colesterol é um componente lipídico importante de todas as membranas celulares e da bainha de mielina, desempenhando um importante papel na integridade sináptica e atividade neural. O colesterol também atua como substrato para a síntese de ácidos biliares no fígado e precursor de hormônios esteroidais. No entanto, tem sido apontada uma ligação entre os níveis plasmáticos elevados de colesterol e o desenvolvimento de lesões ateroscleróticas. A aterosclerose é uma doença inflamatória crônica de origem multifatorial, que acomete a camada íntima de artérias de médio e grande calibres. A formação da placa aterosclerótica inicia-se com a agressão ao endotélio vascular devido a diversos fatores de risco como dislipidemia, hipertensão arterial ou tabagismo. A uva, o vinho e produtos derivados da uva contém grande quantidade de compostos fenólicos que agem como antioxidantes. O consumo desses flavonoides está associado ao risco reduzido de eventos coronários, e a ingestão moderada de vinho tinto inibe a agregação plaquetária. O dano ao receptor de lipoproteína de baixa intensidade aumenta os níveis plasmáticos de LDL-C, resultando em deficiência na depuração do sangue desta lipoproteína. Em vista disso, o objetivo do presente estudo foi investigar os efeitos protetores do vinho tinto Ruby Cabernet (RCR) produzido na cidade de Itaqui-RS contra a dislipidemia, estresse oxidativo e inflamação sistêmica em camundongos hipercolesterolêmicos. Foram utilizados camundongos C57BJ6 do tipo selvagem (90 dias de idade) e com deleção gênica 2 LDLr-/- que foram tratados com o vinho RCR (dose diária de 400 μL por gavagem) durante 90 dias. Após o tratamento com o vinho RCR, os animais foram eutanasiados e o sangue foi coletado para ensaios bioquímicos. Os resultados do presente estudo demonstraram que o vinho RCR tem uma capacidade antioxidante significativa, como revelado por ensaios in vitro. Além disso, o vinho RCR atenuou os seguintes parâmetros bioquímicos alterados nos animais LDLR-/- níveis aumentados de colesterol total, triglicerídeos, lipoproteína de baixa densidade, lipoproteína de baixa densidade oxidada e níveis diminuídos de HDL no sangue. O vinho RCR também aliviou o estresse oxidativo no sangue dos animais LDLr-/-, como revelado pela redução dos níveis de malondialdeído, proteína carbonilada, espécies reativas de oxigênio e aumento dos níveis de glutationa. Os animais LDLr-/- exibiram um aumento acentuado nos níveis do fator nuclear Kappa-B e das citocinas inflamatórias IL-6, IL-1β e TNF-α, e uma redução da citocina anti-inflamatória IL-10. O vinho RCR atenuou essas alterações no plasma sanguíneo. Concluímos que o vinho RCR possui um importante potencial antioxidante in vitro. Além disso, o vinho RCR tem efeitos hipolipemiantes, antioxidantes e anti-inflamatórios em animais LDLr-/-.
Abstract: Cholesterol is an important lipid component of all cell membranes and the myelin sheath, playing an important role in synaptic integrity and neural activity. Cholesterol also acts as a substrate for the synthesis of bile acids in the liver and precursor of steroidal hormones. However, a link has been identified between elevated plasma cholesterol levels and the development of atherosclerotic lesions. Atherosclerosis is a chronic inflammatory disease of multifactorial origin, which affects the intimate layer of arteries of medium and large calibers. The formation of atherosclerotic plaques begins with aggression to the vascular endothelium due to several risk factors such as dyslipidemia, arterial hypertension or smoking. Grapes, wine and grape products contain large amounts of phenolic compounds that act as antioxidants. Consumption of these flavonoids is associated with reduced risk of coronary events, and moderate red wine intake inhibits platelet aggregation. Low-intensity lipoprotein receptor damage increases plasma LDL-C levels, resulting in deficiency in blood clearance of this lipoprotein. In view of this, the objective of the present study was to investigate the protective effects of Ruby Cabernet red wine (RCR) produced in the city of Itaqui-RS against dyslipidemia, oxidative stress and systemic inflammation in hypercholesterolemic mice. Wild type C57BJ6 mice (90 days old) with a deletion LDLr-/- mice that were treated with RCR wine (daily dose of 400 μL per gavage) for 90 days. After treatment with the RCR wine, the animals were euthanized and blood was collected for biochemical assays. The results of the 4 present study demonstrated that RCR wine has a significant antioxidant capacity as revealed by in vitro assays. In addition, RCR wine attenuated the following altered biochemical parameters in LDLR animals-/- increased levels of total cholesterol, triglycerides, low density lipoprotein, oxidized low density lipoprotein and decreased levels of HDL in the blood. RCR wine also alleviated the oxidative stress in the blood of LDLr-/- animals, as revealed by the reduction of levels of malondialdehyde, carbonylated protein, reactive oxygen species and increased levels of glutathione. The LDLr-/- animals exhibited a marked increase in nuclear Kappa-B factor and inflammatory cytokines IL-6, IL-1β and TNF-α, and a reduction of the anti-inflammatory cytokine IL-10. RCR wine attenuated these changes in blood plasma. We conclude that RCR wine has an important antioxidant potential in vitro. In addition, RCR wine has lipid-lowering, antioxidant and anti-inflammatory effects in LDLr-/- animals.
Keywords: Vinho tinto
Dislipidemia
Colesterol
Resveratrol
Aterosclerose
Red wine
Dyslipidemia
Cholesterol
Resveratrol
Atherosclerosis
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pampa
metadata.dc.publisher.initials: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus Uruguaiana
metadata.dc.publisher.program: Mestrado Acadêmico em Bioquímica
Citation: MORAES, Etiara de Mattos. Efeito protetor do vinho ruby cabernet em um modelo de hipercolesterolemia em camundongos. 84 p. Dissertação (Mestrado em Bioquímica) – Universidade Federal do Pampa, Campus Uruguaiana, Uruguaiana, 2018.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3378
Issue Date: 2018
Appears in Collections:Mestrado e Doutorado em Bioquímica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Etiára de Mattos Moraes.pdf1,11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.