Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3068
metadata.dc.type: Monografia de Especialização
Title: O estresse no ambiente de trabalho docente
metadata.dc.creator: Porto, Caroline Hösel
metadata.dc.contributor.advisor1: Oliveira, Gilnara da Costa Corrêa
metadata.dc.contributor.referee1: Oliveira, Gilnara da Costa Corrêa
metadata.dc.contributor.referee2: Corral, Cláudia Moscarelli
metadata.dc.contributor.referee3: Freitas, Diana Paula Salomão de
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa traz a visão do sofrimento psíquico do profissional docente, pois este é percebido com certa clareza quando o trabalho deixa de ser motivo de prazer, bem-estar e satisfação e dá lugar ao sofrimento e ao cansaço. Esse processo é resultado das diversas cobranças, multi - funções desempenhadas pelo professor no âmbito educacional o que o torna uma pessoa desgastada e estressada. Por esta razão durante esta pesquisa buscou-se identificar os fatores que influenciam o docente a ficar estressado no ambiente de trabalho. No caminho metodológico utilizou-se o estudo de caso, com uma abordagem quali - quantitativa embasada em análise de conteúdo. O grupo participante da pesquisa foram treze docentes que atuam em uma Escola Estadual de Ensino Fundamental no município de Hulha Negra. Docentes que possuem uma jornada de trabalho e vinte, quarenta e sessenta horas semanais, onde em sua profissão encontram-se diversos fatores estressantes psicossociais oriundos de sua atividade profissional. Os resultados apontados como principais fatores estressantes no ambiente de trabalho foram: indisciplina a falta de limite dos alunos, desvalorização salarial, descaso político e social de como a educação é tratada e desorganização do ambiente escolar. Pode-se concluir que os participantes apresentaram indicativos da Síndrome de Burnout, devido a grande crise que a educação pública se encontra, como desvalorização salarial e salários parcelados, também se destaca a insatisfação com a carreira e a indisciplina dos alunos, juntamente com o intenso ritmo de trabalho entre outros.
Abstract: The present study aims to bring the vision of the psychic suffering of the teaching professional, since it is perceived with certain clarity when the job stops being object of pleasure, well being and satisfaction and gives place to the suffering and the fatigue. This process is the result of the high demand with multi - functions performed by the teacher in the educational field which can make him a stressed person. For this reason, during this research we tried to identify the factors that influence the teacher to be stressed in the work environment. In the methodological path, a case study was conducted, with a qualitative-quantitative approach based on content analysis. The group who participated in the research were thirteen teachers who work in a State School of Elementary Education in the city of Hulha Negra. Teachers who have a working period of twenty, forty and sixty hours a week, in which their profession are several psychosocial stressors arising from their professional activity. The results pointed out as the main stressors in the work environmen:: indiscipline, lack of limit of the students, wage devaluation, political and social neglect of how education is treated and disorganization of the school environment. It was It can be concluded that the participants presented signs of Burnout Syndrome, due to the great crisis that public education is, such as devaluation of wages and salaries in installments, also highlights the dissatisfaction with the career and indiscipline of the students, together with the intense pace of work among others.
Keywords: Estresse
Docente
Escola
Stress
Teacher
School
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pampa
metadata.dc.publisher.initials: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus Bagé
metadata.dc.publisher.program: Especialização Educação e Diversidade Cultural - 2ª Edição
Citation: PORTO, Caroline Hösel. O estresse no ambiente de trabalho docente. 59 p. 2017. Monografia (Especialização em Educação e Diversidade Cultural) – Universidade Federal do Pampa, Campus Bagé, Bagé, 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3068
Issue Date: 31-Oct-2017
Appears in Collections:Especialização em Educação e Diversidade Cultural

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA CAROLINE HOSEL PORTO.pdf836,22 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.