Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3034
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Secagem de arroz (Oryza sativa L.) em escala piloto: avaliação de parâmetros do processo
metadata.dc.creator: Soares, Giovana Ceolin
Peres, Letícia Aguzzi
metadata.dc.contributor.advisor1: Oliveira, Elizangela Gonçalves de
metadata.dc.contributor.referee1: Oliveira, Elizangela Gonçalves de
metadata.dc.contributor.referee2: Crexi, Valéria Terra
metadata.dc.contributor.referee3: Rosa, Gabriela Silveira da
metadata.dc.description.resumo: O arroz (Oryza sativa L.) é um cereal de grande consumo mundial e, sendo um produto sazonal, sua conservação e armazenagem são justificadas. O Brasil é o maior produtor de arroz da América do Sul, concentrando 64,4% da produção na região Sul do país. O arroz é um produto agrícola que tem seu valor de comercialização dependente da qualidade física dos grãos verificada após o beneficiamento. O percentual de grãos inteiros é o parâmetro de maior importância para a indústria de arroz. Nesta situação, a operação de secagem é indispensável, porém, em função das temperaturas utilizadas, pode afetar a qualidade das sementes produzidas. Na cadeia produtiva do arroz, os custos de produção estão cada vez maiores e o preço final do produto estável ou menor. Neste contexto, estudos nos diferentes pontos da cadeia tornam-se necessários, a fim de buscar alternativas para diminuição dos custos e, consequentemente, tornar os produtos mais competitivos sem diminuir sua qualidade. Este trabalho teve por objetivo avaliar a operação de secagem no beneficiamento de arroz em um engenho local, visando à melhoria do processo. A secagem de arroz foi realizada em secador descontínuo de bandejas nas temperaturas de 50, 60 e 70°C, ocorrendo no primeiro e segundo período de taxa decrescente com umidade de transição de 0,135, 0,140 e 0,123 kgágua/kgsólido seco das respectivas temperaturas. As umidades de equilíbrio obtidas pelo método dinâmico foram de 0,12 0,11 e 0,09 kgágua/kgsólido seco (base seca, b.s.) , nas temperaturas de 50, 60 e 70°C, respectivamente. Os resultados da secagem foram analisados através dos modelos teóricos semi-empíricos de Lewis, Henderson e Pabis, Page e Overhults, nos quais os dois últimos modelos foram os que obtiveram os melhores ajustes dos dados experimentais (R2>0,98). Conclui-se que na secagem do arroz em um secador descontínuo, para posterior beneficiamento dos grãos, a temperatura de 60°C mostrou-se mais adequada, por apresentar maior rendimento e menor quebra dos grãos.
Abstract: Rice (Oryza sativa L.) is a worldwide consumption cereal and, as a seasonal product, its conservation and storage are justified. Brazil is the biggest rice producer of South America, concentrating 64,4% of its production in the South area of the country. Rice is an agricultural product that has its marketing value depending on the quality of the grains verified after its processing. The percentage of the whole grains is the most important parameter for the rice industry. In this situation, the drying operation is essential, but, because of the very high temperature used, it can affect the quality of the produced grains. In the rice supply chain, the production cost is getting higher and higher and the final price is stable or getting lower. In this context, studies in different levels of the chain are necessary, in order to find alternatives to decrease the cost and, consequently, make the products more competitive without decreasing its quality. This paper has had the objective of evaluating the process of drying the rice during its processing in a local rice industry, in order to improve it. The drying process was done in a discontinuous drying tray in the temperatures of 50, 60 and 70°C, occurring in the first and second period of a decreasing rate with a moisture transition of 0,135, 0,140 and 0,123 kgwater/kgdry solid of the respective temperatures. The balance moisture obtained by the dynamic method were of 0,12, 0,11 and 0,09 kgwater/kgdry solid (dry base, b.s.), in the temperatures of 50, 60 and 70°C, respectively. The drying results were analyzed through the semi-empirical theorical models of Lewis, Henderson and Pabis, Page and Overhults, in which the last two models were the ones that obtained the best adjustments of the experimental data (R2>0,98). Therefore, in the rice drying process in a discontinuous drying machine, the temperature of 60°C is the most appropriate, for presenting the best results and lower grain breakage.
Keywords: Cereal
Modelos semi-empíricos
Secagem
Semi-empirical models
Drying
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pampa
metadata.dc.publisher.initials: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus Bagé
Citation: SOARES, Giovana Ceolin; PERES, Letícia Aguzzi. Secagem de arroz (Oryza sativa L.) em escala piloto: avaliação de parâmetros do processo. 71 p. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Alimentos) – Universidade Federal do Pampa, Campus Bagé, Bagé, 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3034
Issue Date: 10-Apr-2012
Appears in Collections:Engenharia de Alimentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Giovana Soares e Letícia Peres 2012.pdf1,07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.