Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/301
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Avaliação dos efeitos da semente de Linum usitatissimum l. em pacientes com síndrome metabólica
metadata.dc.creator: Pilar, Bruna Cocco
metadata.dc.contributor.advisor1: Manfredini, Vanusa
Abstract: As pessoas tem buscado cada vez mais alimentos funcionais para obtenção de uma dieta mais saudável e equilibrada. Entre esses alimentos, a semente de linhaça tem sido muito estudada devido a sua capacidade de melhorar parâmetros antropométricos, bioquímicos e de estresse oxidativo. Estudos com humanos e animais indicam que o aumento da ingestão de linhaça está inversamente relacionado com os sintomas da Síndrome Metabólica (SM), um distúrbio metabólico multifatorial que vem crescendo rapidamente, tornando-se motivo de grande preocupação. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da suplementação com semente de linhaça dourada durante 28 dias sobre parâmetros pressóricos, antropométricos, bioquímicos e de estresse oxidativo em pacientes com SM. Para isso, foram selecionados 20 pacientes com SM e 24 voluntários saudáveis (controle), os quais receberam alíquotas de 40g de linhaça dourada para consumo diário durante 28 dias. Coletas de sangue em jejum e medidas antropométricas e pressóricas foram realizadas antes e após o período de suplementação. As análises bioquímicas incluíram perfil lipídico e glicêmico, marcadores cardíacos, renais e parâmetros de estresse oxidativo. Além disso, foi realizada análise fitoquímica da semente de linhaça dourada e análise in vitro de sua atividade antioxidante. A análise fitoquímica demonstrou altas concentrações de compostos polifenólicos, além de um alto poder antioxidante in vitro da semente de linhaça dourada. As análises séricas demonstraram reduções significativas (p<0.05) no perfil lipídico e glicêmico, nos marcadores cardíacos e renais, bem como no dano oxidativo a lipídios e proteínas. Além disso, foi observada uma melhora significativa (p<0.05) nas defesas antioxidantes enzimáticas e não-enzimáticas. Não foram encontradas diferenças significativas nos parâmetros antropométricos, pressóricos e no dano oxidativo ao DNA. Assim, os resultados sugerem que a semente de linhaça dourada pode ser utilizada como adjuvante no tratamento de pacientes com SM, uma vez que melhora parâmetros bioquímicos e de estresse oxidativo.
People have increasingly sought to obtain functional foods in a more healthy and balanced diet. Among these foods, linseed has been widely studied due to its ability to improve anthropometric, biochemical and oxidative stress parameters. Studies in humans and animals indicate that increased intake of linseed is inversely related to the symptoms of metabolic syndrome (MS), a multifactorial metabolic disorder that is growing rapidly, becoming of great concern. The aim of this study was to evaluate the effects of supplementation with golden linseed for 28 days on blood pressure, anthropometric, biochemical and oxidative stress parameters in patients with MS. For this, we selected 20 patients with MS and 24 healthy volunteers (control) , which received aliquots of 40g of golden linseed for daily consumption for 28 days. Fasting blood samples and anthropometric and blood pressure parameters were measured before and after the supplementation period . Biochemical analyzes included lipids and glucose, cardiac and renal markers and oxidative stress parameters. Moreover, phytochemical analysis of golden linseed and analysis of its antioxidant activity was evaluated in vitro. The results showed high concentrations of polyphenolic compounds, and a high antioxidant capacity in vitro of the golden linseed. Serum analyzes showed significant reductions (p < 0.05) in lipid and glycemic profiles, in heart and kidney markers and in oxidative damage to lipids and proteins. Furthermore, a significant improvement (p <0.05) in the enzymatic and non-enzymatic antioxidant defenses was observed. No significant differences were found in anthropometric parameters, blood pressure and oxidative DNA damage. Thus, the results suggest that the golden linseed can be used as an adjunct in the treatment of patients with MS, as it improves biochemical and oxidative stress parameters.
Keywords: Linhaça
Síndrome metabólica
Perfil fitoquímico
Parâmetros bioquímicos
Estresse oxidativo
Publisher: Universidade Federal do Pampa
URI: http://hdl.handle.net/riu/301
Issue Date: 21-Jan-2014
Appears in Collections:Mestrado e Doutorado em Bioquímica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BRUNA COCCO PILAR.pdf2,22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.