Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/2617
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Frankenstein (ou o prometeu moderno): a trajetória do protagonista multifacetado e suas adaptações para as novelas gráficas
Autor(es): Pinto, Eduardo Felisberto Souza
Primeiro Orientador: Faveri, Rodrigo Borges de
metadata.dc.contributor.referee1: Faveri, Rodrigo Borges de
metadata.dc.contributor.referee2: Boessio, Ana Lúcia Montano
metadata.dc.contributor.referee3: Morais, Kátia Vieira
Resumo: O presente trabalho tem como ponto de partida a novela gótica de Mary Shelley intitulada Frankenstein: ou o Prometeu Moderno (Frankenstein: or the Modern Prometheus, no original em inglês). A obra, publicada em 1818 e revisada em 1831 para uma edição definitiva, possui uma rica fonte de referências que abarcam a mitologia grega e judaico-cristã sobre a criação do Homem. Norteados pelo conceito de constante adaptação, fazemos uma retomada do principal mito que compõe Frankenstein, para constatar sua influência na composição da novela. O Prometeu Moderno é inspirado principalmente no mito do titã Prometeu, o ser que desafiou Zeus, o deus supremo da mitologia, e concebeu vida e conhecimento ao primeiro homem da terra e, por esse motivo, sofreu a cólera dos céus. Victor Frankenstein, o protagonista, carrega o fado prometeico na sua trajetória de ascensão e queda, atinge o ápice do seu conhecimento e paga caro por isso. Aqui, pretende-se evidenciar a relação de duplicidade entre o criador e a sua criatura, seres que por natureza estão interligados e refletem as ações um do outro. O duplo em Frankenstein se sobressai e destaca-se com seu advento às novelas gráficas, as populares histórias em quadrinhos, na primeira metade do século XX. A representação do protagonista de identidade dupla torna-se comum e, dessa forma, Frankenstein ganha seu lugar cativo nos quadrinhos. Desde a referência ao mito grego, neste trabalho, é traçada uma trajetória, um ciclo de adaptações pelas quais a obra de Mary Shelley passou, como o Victor e seu monstro são representados ao longo de quase 200 anos, até chegar às páginas dos quadrinhos do século XXI as quais serão esmiuçadas e comparadas à obra original.
Abstract: The starting point of this paper is the gothic novel by Mary Shelley called Frankenstein: or the Modern Prometheus. The work published in 1818 and revised in 1831 for a definitive edition, haves a rich source of references that includes the Greek and Judeo-Christian mythology about the creation of man. Guided by the concept of constant adaptation, we make a resumption of the major myth that composes Frankenstein, to observe its influence on the composition of the novel. The Modern Prometheus is mainly inspired by the myth of the Titan Prometheus, the being who defied Zeus, the supreme god of mythology, and conceived life and knowledge to the first man on earth and, therefore, suffered the fury of heaven. Victor Frankenstein, the protagonist, carries the Promethean fate on its path of rise and fall, reaches the high point of his knowledge and pays much for it. Here, we aim to highlight the double relationship between the Creator and his creatures, beings that by nature are interrelated and reflect the actions of each other. The double in Frankenstein stands and stands out with its advent to graphic novels, the popular graphic novels in the first half of the twentieth century. The representation of the double identity of the protagonist becomes common and thus Frankenstein earns its permanent place in the comics. From the reference to the Greek myth, we draw, a cycle of adaptations by which the work of Mary Shelley goes through, Victor and his monster are represented for nearly 200 years, until appear in the graphic novels pages in the XXI century which will be see in details and compared to the original work.
Palavras-chave: Letras
Análise literária
Frankenstein
Novelas gráficas
Duplo
Adaptações
Literatura
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Federal do Pampa
Sigla da Instituição: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus Bagé
Citação: PINTO, Eduardo Felisberto Souza. Frankenstein (ou o prometeu moderno): a trajetória do protagonista multifacetado e suas adaptações para as novelas gráficas. 65 p. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Licenciatura em Letras) – Universidade Federal do Pampa, Campus Bagé, Bagé, 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/2617
Data do documento: 20-Jul-2015
Aparece nas coleções:Licenciatura em Letras - Português

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC- EDUARDO.PDF.pdf5,42 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.