Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/2375
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Documentário: uma proposta que contempla o letramento e a variação linguística para a formação de cidadãos críticos desde o 1º ano do ciclo de alfabetização
metadata.dc.creator: Rosa, Débora Tatiane Costa
metadata.dc.contributor.advisor1: Simioni, Taíse
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho apresenta uma proposta pedagógica que utiliza a produção de um documentário para proporcionar aos alunos, do primeiro ano do ciclo de alfabetização, a reflexão sobre a língua e a variação linguística. Pretende-se analisar como, a partir dos multiletramentos, se pode introduzir a discussão sobre a variação linguística no 1º ano do ensino fundamental. A proposta apresenta como objetivos de pesquisa reconhecer o letramento e os multiletramentos dos alunos; a partir disso, analisar a construção de seus conhecimentos sobre a variação linguística; verificar como a produção de um documentário contribui para a percepção da função social da fala e da escrita. Tem como objetivos quanto ao ensino: proporcionar momentos de reflexão a respeito da língua a partir de atividades que contemplem os multiletramentos; discutir com os alunos questões relacionadas ao entendimento dos mesmos sobre a variação linguística; mobilizar os alunos para a produção de um documentário que possibilite a realização dos itens elencados acima. Para elaboração da proposta, foram abordados conceitos de letramento de Soares (2003), multiletramentos de Rojo (2012) e variação linguística de Bortoni-Ricardo (2004). Quanto ao documentário, a orientação foi Bentes (2008). A proposta foi aplicada em uma turma de 1º ano do ciclo de alfabetização, em uma escola pública municipal, em Bagé-RS. Como primeiro passo, buscou-se verificar o letramento dos alunos e como os multiletramentos são utilizados pelos mesmos, pois a partir dessa verificação inicial encontrou-se uma maneira de aproximar a proposta da produção do documentário ao que os alunos já conheciam. Assim, a produção do documentário passou a ser significativa e os alunos envolveram-se nas etapas que contemplam a produção do gênero documentário, como a escolha do tema, a elaboração do roteiro de produção, as reportagens, a trilha sonora, a decupagem e a produção final. Ao finalizar a aplicação da proposta, organizamos a análise do desenvolvimento dos alunos em todos os momentos que foram desenvolvidos para a produção do documentário. Dessa forma, é possível dizer que, trabalhando a alfabetização a partir dos letramentos, dos multiletramentos e da reflexão sobre a língua oral e escrita, o processo de construção da escrita tem um sentido mais amplo e significativo, pois os alunos, ao elaborarem o documentário, conseguiram refletir sobre a função social da fala e da escrita e quando precisamos ou não monitorá-las. Os alunos parecem ter percebido que a língua tem uma função social e que a alfabetização vai muito além da codificação e da decodificação das palavras. É necessário que outros professores compreendam a importância de reconhecer a língua e sua função social desde os primeiros anos do ensino fundamental e que a reflexão sobre a língua esteja presente em todas as aulas para que os alunos possam ser cidadãos críticos e ativos na sociedade.
Abstract: This work presents a pedagogical approach that uses the production of a documentary in order to offer students in the first year of primary education and in the first literacy stage the reflection about language and language variation. It is intended to analyze how possible it is to introduce the discussion about language variation, from a multiliteracy perspective, to students in the first year of primary education. Regarding the objective of the research, it is to identify the students’ level of literacy and multiliteracy and, from this, to analyze the construction of their knowledge about language variation as well as to verify how the production of a documentary what extent the production of a documentary contributes to the perceptions of the social function of the spoken and written language. Regarding the objective of the teaching, it is to provide moments for reflection about the language with activities that comprise multiliteracy. Also, to discuss with the students questions regarding language variation as well as to motivate them to produce a documentary that makes possible to embrace all the aspects mentioned above. To elaborate the proposition of this work, the concepts of literacy from Soares (2003), multiliteracy from Rojo (2012) and language variation from Bortoni-Ricardo (2004) were used. Regarding the documentary, the references were found in Bentes (2008). This proposition was carried out with a group of students from the first year of primary education in a public school in the city of Bagé, Rio Grande do Sul, Brazil. The first step was to verify the students’ literacy level and how they use multiliteracy. By doing this initial verification, it was possible to find a way to get the proposition of producing a documentary closer to what the students already knew about it. Thus, the production of the documentary became significant and the students got involved in all the phases such as the selection of the theme, the planning and production of the scripts, the interviews and reports, the soundtrack, the edition of the scenes and the final production. By the end of the proposition, it was organized the analysis of the students’ development throughout all the phases of the documentary production. It is possible to say that, by working with literacy from the perspective of multiliteracy and the reflection about the written and spoken language, the process of writing gets a broader and more significant meaning, since the students, in producing the documentary, were able to reflect about the social function of the spoken and written language and about if and when we need, or do not need, to monitor them. The students seem to have noticed that the language has a social function and that literacy goes further beyond of coding and decoding words. It is necessary that the teachers understand the importance of recognizing the language and its social function since the very first years of primary education and that the reflection about the language be present in all classes so that the students can become more active and more participative citizens in our society.
Keywords: Documentário
Alfabetização
Variação linguística
Multiletramentos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pampa
metadata.dc.publisher.initials: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus Bagé
metadata.dc.publisher.program: Mestrado Profissional em Ensino de Linguas
Citation: ROSA, Débora Tatiane Costa. Documentário: uma proposta que contempla o letramento e a variação linguística para a formação de cidadãos críticos desde o 1º ano do ciclo de alfabetização. 123 p. 2017. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Línguas) – Universidade Federal do Pampa, Campus Bagé, Bagé, 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/2375
Issue Date: 12-Dec-2017
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Ensino de Línguas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Débora Rosa 2017.pdf2,93 MBAdobe PDFView/Open
Tutorial - Debora Rosa - alterado_Final.mp4491,53 MBUnknownView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.