Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/2273
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Os filmes do Capitão América como ferramenta do soft power estadunidense
Other Titles: Captain America's films as a tool of American soft power
metadata.dc.creator: Silva, Daniela Pereira da
metadata.dc.contributor.advisor1: Nascimento, Flávio Augusto Lira
metadata.dc.contributor.referee1: Schmidt, Rafael Vitória
metadata.dc.contributor.referee2: Leães, Ricardo Fagundes
metadata.dc.description.resumo: Os filmes do Capitão América, cujos títulos são: Capitão América- O Primeiro Vingador, Capitão América- O Soldado Invernal e Capitão América- Guerra Civil foram lançados em 2011, 2014 e 2016, respectivamente. Com isso, o presente trabalho tem como objetivo analisar cada um separadamente, tendo como embasamento a teoria Soft Power, construída por Joseph Nye e específica dos estudos da área de Relações Internacionais, além de ligar a história de cada filme a um momento histórico, como o nazismo no primeiro, a Guerra Fria no segundo filme e o embate entre liberdade e segurança no terceiro filme. Ademais, serão mostradas cenas dos filmes em que fique claro o Soft Power estadunidense e também que métodos os diretores usam para deixar este Soft Power evidente ou não em cada cena. Para isso, serão usados dois conceitos complementares, de Douglas Kellner e Roberto Moll, que mostram como fazer uma análise crítica política a partir dos enquadramentos, das figuras, símbolos, iluminação, imagens e o que constam nelas, bem como ícones e indéxes, e principalmente os discursos ideológicos nos diálogos.
Abstract: Captain America movies, the titled: Captain America- The First Avenger, Captain America- The Winter Soldier, Captain America- Civil War were released in 2011, 2014 and, 2016, respectively. This work aim to analyze each one separately building upon Joseph Nye’s Soft Power. Theory, which is specific to the field of International Relations, besides linking each movie to a specific historic period such as Nazism in the first, the Cold War in the second and the struggle between freedom and security in the latter. In addition, this word will show scenes in which US soft power is clear as well as the methods directors use to make suck power evident of not in each scene. To achieve this two complementary concepts from Douglas Kellner and Roberto Moll shall be used – they teach how to make a critical political analyses through framing, pictures, symbols, lightning, images and what is the them, as well as icons and indexes, and particularly the ideological discourses within the dialogues.
Keywords: Relações Internacionais
Soft power
Estados Unidos
International relations
United States of America
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::OUTROS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pampa
metadata.dc.publisher.initials: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus Santana do Livramento
Citation: SILVA, Daniela Pereira da. Os filmes do Capitão América como ferramenta do soft power estadunidense. Trabalho de conclusão de curso em Relações Internacionais. Santana do Livramento: Unipampa, 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/2273
Issue Date: 8-Dec-2017
Appears in Collections:Relações Internacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Daniela Pereira da Silva - 2017.pdf3,89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.