Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/2233
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Acolhimento institucional de crianças e adolescentes: desafios à reintegração familiar
metadata.dc.creator: Rosa, Elisabete Regina Flores da
metadata.dc.contributor.advisor1: Pedersen, Jaina Raqueli
metadata.dc.contributor.referee1: Vieira, Monique Soares
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Jorge Alexandre da
metadata.dc.description.resumo: O presente Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) tem como tema de estudo crianças e adolescentes e o direito ao convívio familiar e comunitário, e como delimitação a reintegração familiar de crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional. Seu objetivo consiste em identificar os desafios presentes no processo de reintegração familiar de crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional, a fim de contribuir com a qualificação dos processos de trabalho desenvolvidos pelas instituições de acolhimento, na perspectiva do direito ao convívio familiar e comunitário. O estudo busca respostas para o seguinte problema: quais os limites e/ou dificuldades presentes no processo de reintegração familiar de crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional? Tratase de uma pesquisa qualitativa, construída a partir do referencial dialético crítico. Em relação às técnicas e instrumentos de coleta de dados, utilizou-se da pesquisa bibliográfica, que foi desenvolvida considerando as produções disponíveis no Banco de Teses e Dissertações da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Para o levantamento de dados, o instrumento utilizado foi um roteiro de perguntas que norteou a análise nas teses. O trabalho está estruturado em quatro (04) capítulos, os quais abordam as principais categorias teóricas do estudo: família, direito à convivência familiar e comunitária, processos sociais, acolhimento institucional e reintegração familiar. O quarto capítulo apresenta o caminho metodológico e por fim os resultados da pesquisa. Considerando o objetivo proposto, a pesquisa identificou os desafios presentes no processo de reintegração familiar de crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional. Verificou-se que os desafios mais presentes no processo de reintegração familiar dessas crianças e adolescentes referem-se aos processos burocráticos que implicam na morosidade das decisões e encaminhamentos; a negação da família de origem em aceitar a reintegração familiar dos filhos/não encontrar família substituta; a falta de profissionais e/ou equipe multiprofissional para planejar as ações/intervenções que visam à reintegração familiar e outros. A partir da identificação e análise destes desafios, entende-se que o direito à convivência familiar e comunitária de crianças e adolescentes que se encontram em situação de acolhimento institucional, só será respeitado quando o Estado investir no preparo de equipes multiprofissionais, para que estas possam qualificar os processos de trabalho no que diz respeito ao planejamento, desenvolvimento e avaliação das ações empreendidas para reverter a situação de acolhimento institucional. Quando o Estado promover políticas públicas eficazes para o atendimento das necessidades dessas famílias, lhes proporcionando meios de cuidar de seus filhos, contemplando todos os direitos previstos no art. 4º do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), crianças e adolescentes terão maiores possibilidades de terem garantido o direito à convivência familiar e comunitária.
Abstract: The purpose of this papper is to study children and adolescents and the right to family and community living, and as delimitation, the family reintegration of children and adolescents in institutional care. Its objective is to identify the challenges present in the process of family reintegration of children and adolescents in an institutional reception environment, in order to contribute to the qualification of the work processes developed by the host institutions with a view to the right to family and community living. The study seeks answers to the following problem: Which limits and / or difficulties are present in the family reintegration process of children and adolescents in an institutional reception situation? It is a qualitative research, built from the critical dialectical framework. Regarding the techniques and instruments of data collection, we used the bibliographic research, which was developed considering the productions available in the Bank of Thesis and Dissertations of CAPES. Para o levantamento de dados, o instrumento utilizado foi um roteiro de perguntas que norteou a análise nas Teses. O trabalho está estruturado em quatro (04) capítulos, os quais abordam as principais categorias teóricas do estudo: Family, the right to family and community life, social processes, institutional reception and family reintegration. The fourth chapter presents the methodological path and finally the results of the research. Considering the proposed objective, the research identified the challenges present in the family reintegration process of children and adolescents in an institutional reception situation. It was verified that the most present challenges in the family reintegration process of these children and adolescents refer to the bureaucratic processes that imply the slowness of decisions and referrals; The denial of the family of origin in accepting the family reintegration of the children / finding no substitute family; The lack of professionals and / or multi professional team to plan actions / interventions aimed at family reintegration and other. Based on the identification and analysis of these challenges, it is understood that the right to family and community coexistence of children and adolescents who are in an institutional reception situation will only be respected when the State invest in the preparation of multi professional teams, for these teams may qualify the work processes with respect to the planning, development and evaluation of the actions undertaken to reverse the institutional reception situation. When the State promotes effective public policies to meet the needs of these families, providing them with means to care for their children, contemplating all the rights provided in art. 4 of the ECA, children and adolescents will be more likely to have guaranteed the right to family and community living. Keywords: Family and community coexistence. Institutional Hosting. Family reintegration. Child and teenager.
Keywords: Criança e adolescente
Convivência familiar e comunitária
Acolhimento institucional
Reintegração familiar
Família
Vida familiar
Vulnerabilidade
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pampa
metadata.dc.publisher.initials: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus São Borja
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/2233
Issue Date: 6-Dec-2016
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elisabete Regina Flores da Rosa.pdf737,75 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.