Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/1775
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: O que os gestores falam sobre a administração do século XXI?: um estudo multicaso sobre novas formas de gestão
metadata.dc.creator: Piegas, Leonardo da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Adão, Sebastião Ailton da Rosa Cerqueira
metadata.dc.contributor.referee1: Scherer, Laura Alves
metadata.dc.contributor.referee2: Matta, Isabela Braga da
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo discutiu o futuro da administração no século XXI e teve como objetivo principal identificar como se configura a administração do século XXI no que tange ao modelo de gestão e as funções do administrador na percepção dos gestores das organizações, tentando compreender como são erigidas as funções do administrador no século XXI das empresas estudadas bem como o estabelecimento das relações entre inovações e modelos de gestão no século XXI, nas empresas Comercial Casa Verde, Jornal A Plateia e Casa Nemasi. O estudo também se preocupou em identificar a relação entre a percepção dos gestores sobre o futuro das organizações e a realidade das organizações. A escolha do tema ‘administração do século XXI’ deu-se em razão de uma preocupação que recai no fato de que, à luz do empirismo, Santana do Livramento tem apresentado certo imobilismo com relação a fazer com que suas organizações despontem tanto no cenário local quanto no cenário regional e estadual. Assim se busca, neste estudo, visualizar se novas formas de gestão podem estar neste movimento de evolução pelas quais deveriam passar as organizações da cidade, e se estas organizações buscam neste dinamismo um lugar próprio para encaixar-se enquanto aprimoram seu capital humano, consolidadas pela formação de profissionais na área de administração e, consequentemente, qualificação de sua mão de obra local. A presente pesquisa foi desenvolvida com base em um estudo de caso, com característica exploratório-descritiva, utilizando o viés qualitativo. Para a coleta de dados, a pesquisa utilizou um roteiro de entrevistas aplicado a seis gestores das empresas Comercial Casa Verde, Jornal A Plateia e Casa Nemasi, que foram o objeto direto deste estudo. No transcorrer do estudo, foi possível alcançar a compreensão de que as empresas ainda possuem uma cultura organizacional que as identifica, ora por influência de seus gestores, ora da globalização, ora das inovações presentes, que fazem incluir lideranças e liderados num processo de crescimento, acreditando na ideia de adaptação e compromisso, além de terem uma constante busca por profissionais cada vez mais qualificados para assumirem o corpo social dentro de suas organizações. Ao fim deste estudo, constatou-se que a empresa que quiser chegar ao futuro das organizações, deve fazer da evolução de seus conhecimentos uma maior adaptação à sua proposta para não só incluir seus funcionários como parte integrante de um processo de evolução, mas sim buscarem, dessa forma, inovar seus modelos de gestão e utilizarem o potencial criativo de toda organização na forma de seu corpo social a fim de tornar oportunidade e ameaças somente uma forma de crescimento, tentando sempre ser otimistas quanto a suas lideranças e funcionários. Para que só então seus possíveis desafios na intenção de prever o futuro possam “criar mecanismos que preparem a empresa para suas gestões futuras”, e que esta possa ser uma missão a ser posta no quadro da empresa futuramente.
Abstract: The present study discussed the future of management in the 21st century and its main objective was to identify how the administration of the XXI century is configured as regards the management model and the functions of the manager in the perception of the managers of the organizations, trying to understand how the Functions of the administrator in the 21st century of the companies studied as well as the establishment of relations between innovations and management models in the 21st century, in the companies Casa Verde, Jornal A Plateia and Casa Nemasi. The study also focused on identifying the relationship between managers' perceptions about the future of organizations and the reality of organizations. The choice of the theme of '21st century management was due to a concern that in the light of empiricism, Santana do Livramento has shown some immobility in relation to making its organizations appear in the local scene As well as in the regional and state scenario, this study seeks to see if new forms of management may be in this movement of evolution through which the organizations of the city should pass, and if these organizations seek in this dynamism a proper place to fit in as Improve their human capital, consolidated by the training of professionals in the area of administration and, consequently, qualification of their local workforce. The present research was developed based on a case study, with exploratory-descriptive characteristicS, using the qualitative bias. About the data collection, the research used a script of interviews applied to six managers of the companies Casa Casa Verde, Jornal A Plateia and Casa Nemasi, which were the direct object of this study. In the course of the study, it was possible to reach an understanding that companies still have an organizational culture that identifies them, either through the influence of their managers, or of globalization, or of the present innovations, which include leaders and leaders in a process of growth, Believing in the idea of adaptation and commitment, in addition to having a constant search for professionals increasingly qualified to assume the social body within their organizations. At the end of this study, it was verified that the company that wants to reach the future of organizations, should make the evolution of their knowledge a better adaptation to its proposal to not only include its employees as part of a process of evolution, but to seek In this way innovate their management models and use the creative potential of every organization in the form of their social body in order to make opportunity and threats only a form of growth, always trying to be optimistic about their leaders and employees. So that only then its possible challenges in the intention to predict the future can "create mechanisms that prepare the company for its future managements", and that this can be a mission to be put in the frame of the company in the future.
Keywords: Adaptação
Evolução
Modelos
Gestão
Inovação
Adaptation
Evolution
Models
Management
Innovation
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pampa
metadata.dc.publisher.initials: UNIPAMPA
metadata.dc.publisher.department: Campus Santana do Livramento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/1775
Issue Date: 2-Dec-2016
Appears in Collections:Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC - O QUE OS GESTORES FALAM SOBRE A ADMINISTRAÇÃO DO SÉCUL.pdf1,33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.