Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/1734
Tipo: Dissertação
Título: Simulação bioeconômica de três modelos de manejo reprodutivo para bovinos de corte
Título(s) alternativo(s): Bioeconomic simulation of three models of reproductive management for beef cattle
Autor(es): Silva, Rodrigo Santos da
Primeiro Orientador: Bastos, Guilherme de Medeiros
Resumo: O objetivo do presente trabalho foi comparar o desempenho bioeconômico simulado de três sistemas de manejo reprodutivo para bovinos de corte. Para a presente simulação utilizou-se como parâmetro um rebanho de 1.300 fêmeas Bos taurus taurus e Bos taurus indicus (novilhas e vacas multíparas), submetidas a três diferentes cenários: 1- monta natural (MN); 2- inseminação artificial em tempo fixo (IATF) seguida de repasse com touros; 3- inseminação artificial com detecção de estro e em tempo fixo (IAETF) seguida de repasse com touros. Primeiramente foi realizada a compilação dos dados de artigos científicos envolvendo protocolos de inseminação artificial (IATF e IAETF) e monta natural relativo ao percentual de prenhez obtido em cada grupo para as categorias de novilhas e vacas multíparas. A partir da compilação dos resultados já publicados e o somatório de animais e respectivas prenhes obteve-se para o grupo MN a média ponderada de prenhez de 83,7%, já para o grupo IATF+MN a média ponderada foi de 90,1% e para o grupo IAETF+MN foi de 91,7%. Considerando-se os percentuais obtidos na simulação, perdas (8% entre morte embrionária e abortos e 2,5% pós-nascimento) e custos chegou-se aos resultados produtivos, que foram de 171.512,07 (MN), 258.089,62 (IATF+MN) e 278.616,06 (IAETF+MN) Kg de bezerros desmamados. O custo para implantação de cada manejo na propriedade foi de R$ 209.092,00, R$ 168.521,72 e R$ 164.169,17 e o lucro bruto de R$ 785.678,00, R$ 1.328.398,05 e R$ 1.451.803,94 para os manejos de MN, IATF+MN e IAETF+MN, respectivamente. A comparação econômica entre os grupos MN e IATF gerou vantagem econômica de 40,9% em prol da IATF que corresponde a R$ 542.720,05. Quando foi comparada a MN versus IAETF a superioridade de retorno econômico em prol do segundo grupo foi de 45,8%, correspondendo a R$ 666.125,94. Portanto, tanto a IATF+MN quanto a IAETF+MN mostraram-se ferramentas úteis para incrementar o retorno econômico através da venda de mais Kg de bezerros desmamados, apresentando substancial incremento na lucratividade do sistema de cria na bovinocultura de corte.
Abstract: The aim of present study was to carry out a simulated bioeconomic performance of three systems of reproductive management for beef cattle. For the present simulation, a herd of 1,300 Bos taurus taurus and Bos taurus indicus females (heifers and multiparous cows) were submitted to three different scenarios: 1 - natural mating (MN); 2 - artificial insemination at fixed time (IATF) followed by transfer with bulls; 3 artificial insemination with estrus detection and at fixed time (IAETF) followed by transfer with bulls. Firstly, the compilation of the data of scientific articles involving artificial insemination protocols (IATF and IAETF) and natural selection relative to the percentage of pregnancy obtained in each group for the categories of heifers and multiparous cows. From the compilation of the results already published and the sum of animals and their pregnancies, the weighted mean of pregnancy was 83.7% for the MN group, whereas for the IATF + MN group the weighted mean was 90.1% And for the IAETF + MN group was 91.7%. Considering the percentages obtained in the simulation, losses (8% between embryonic death and abortions and 2.5% post-birth) and costs reached the productive results, which were 171,512.07 (MN), 258,089.62 ( IATF + MN) and 278,616.06 (IAETF + MN) kg of weaned calves. The cost to implement each management in the property was R $ 209,092.00, R $ 168,521.72 and R $ 164,169.17 and gross profit of R $ 785,678.00, R $ 1,328,398.05 and R $ 1,451 .803,94 for MN, IATF + MN and IAETF + MN, respectively. The economic comparison between the MN and IATF groups generated an economic advantage of 40.9% in favor of the IATF, which corresponds to R $ 542,720.05. When compared to MN versus IAETF, the superiority of economic return in favor of the second group was 45.8%, corresponding to R $ 666,125.94. Therefore, both the IATF + MN and the IAETF + MN were useful tools to increase the economic return through the sale of more kg of weaned calves, presenting a substantial increase in the profitability of the beef breeding system.
Palavras-chave: IATF
IAETF
Monta natural
Bioeconômica
Bovinos de corte
Reprodução animal
Animal science
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS
Editor: Universidade Federal do Pampa
metadata.dc.publisher.department: Campus Uruguaiana
Tipo de Acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://hdl.handle.net/riu/1734
Data do documento: 15-Mai-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciência Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RODRIGO SANTOS DA SILVA.pdf801,1 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons