Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/1728
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Avaliação do perfil bioquímico, hematológico, oxidativo e mutagênico e uso de agrotóxicos por trabalhadores rurais do município de Santiago, RS
Evaluation of the biochemical, hematological, oxidative and mutagenic profile and use of agrochemicals by rural workers in the city of Santiago, RS
metadata.dc.creator: Cattelan, Márcia Denise Pavanelo
metadata.dc.contributor.advisor1: Piccoli, Jacqueline da Costa Escobar
metadata.dc.description.resumo: A população rural corresponde a 15% da população brasileira, e distribui-se em aglomerados agrícolas bastante diversificados quanto a fatores como perfil de colonização, escolaridade, condições socioeconômicas e práticas de trabalho. A agricultura familiar representa 80% desta população e é caracterizada pela mão de obra familiar e por uma produção para o próprio sustento, bem como para abastecimento de hortifrutigranjeiros, carne e grãos para o mercado interno. A exposição ocupacional dos pequenos agricultores aos agrotóxicos pode ocorrer de diversas formas, podendo ocasionar risco de saúde para esta população. Assim, avaliar as condições de saúde desta parcela da população e buscar possíveis marcadores de risco de saúde para a exposição aos agrotóxicos torna-se importante e necessária para adaptação de programas de saúde efetivos para estes aglomerados agrícolas. Foram visitadas nove localidades no interior do município de Santiago/RS. Participaram do estudo 152 agricultores, com média de idade de 52 anos que responderam ao questionário e realizaram avaliações antropométricas, de pressão arterial e condição psicobiológica. Realizaram coleta de sangue em jejum para determinação do perfil bioquímico, hematológico, marcadores de estresse oxidativo e mutagenicidade. Fatores como sexo, número de módulos rurais, escolaridade e condições de trabalho influenciaram nos resultados obtidos. A amostra foi dividida segundo o relato na entrevista, em dois grupos: voluntários que usam produtos químicos e agrotóxicos (n=84), e voluntários que não usam agrotóxicos (n=68). O grupo que usa agrotóxico apresentou valores significativamente maiores para medida da circunferência do pescoço, e para os marcadores de estresse oxidativo TBARS e Carbonil. Este mesmo grupo apresentou redução significativa nas dosagens de colesterol total, fosfatase alcalina, albumina, leucócitos totais, monócitos e plaquetas, além de redução significativa para as enzimas antioxidantes SOD, GPx e GSH. Segundo a avaliação de micronúcleos, não há dano mutagênico para este grupo de agricultores. Os diversos parâmetros que apresentaram alterações significativas para o grupo que usa agrotóxico necessitam de pesquisas mais aprofundadas que avaliem estes possíveis biomarcadores de exposição ocupacional. A avaliação dos índices de doenças crônicas como hipertensão, dislipidemias, diabetes e depressão indicam a necessidade de programas de saúde adaptados a esta importante parcela da população brasileira.
Abstract: The rural population corresponds to 15% of the Brazilian population and it is distributed in fairly diversified agricultural agglomerations in relations to factors such as colonization profile, schooling, socioeconomic conditions and work practices. Family farming represents 80% of this population and it is characterized by the family labor and production for their own subsistence, as well as for the supply of fruits and vegetables, meat and grain for the local market. Occupational exposure of small farmers to pesticides canincur in various ways which may pose a health risk to that population. Thus, assessing the health conditions of this part of the population and searching for possible health hazards markers by pesticide exposing becomes important and necessary to adapt effective health programs to these farming agglomerates. Nine localities were visited in the inner city of Santiago / RS. A total of 152 farmers, with the average age of 52 years, answered the survey and performed anthropometric, blood pressure and psychobiological assessments participated in the study. They performed fasting blood sampling to determine the biochemical, hematological profile, markers of oxidative stress, and mutagenicity. Factors such as gender, number of rural modules, educational level and working conditions influenced the outcomes. The sample was divided according to the interview in two groups: volunteers who use chemicals and pesticides (n = 84) and volunteers who did not use pesticides (n = 68). The group that use pesticides presented significantly higher values for the measure of the neck circumference and for the oxidative stress markers TBARS and Carbonil. This same group showed a significant reduction in the total cholesterol levels/dosages, alkaline phosphatase, albumin, total leukocytes, monocytes and platelets, as well as a significant reduction of the antioxidant enzymes SOD, GPx and GSH. According to the micronucleus evaluation, there is no mutagenic damage to this group of farmers. The various parameters that showed significant changes for the group using pesticides require more in-depth researches to evaluate these potential biomarkers of occupational exposure. The evaluation of chronic diseases rates such as hypertension, dyslipidemias, diabetes and depression indicate the necessity for health programs adapted to this important share of the Brazilian population.
Keywords: Saúde do trabalhador
Agricultura familiar
Agrotóxicos
Health of the rural
Rural worker
Family farming
Biomarkers
Pesticides
Ciências Farmacêuticas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Publisher: Universidade Federal do Pampa
metadata.dc.publisher.department: Campus Uruguaiana
metadata.dc.rights: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://hdl.handle.net/riu/1728
Issue Date: 31-Mar-2017
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Farmacêuticas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MÁRCIA DENISE CATTELAN.pdf647,43 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons