Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/1579
Tipo: Dissertação
Título: Infusão contínua com cetamina e xilazina associadas ou não ao éter gliceril guaiacolato em coelhos
Autor(es): Bandiera, Fernanda Canello
Primeiro Orientador: Thiesen, Roberto
Abstract: A Anestesia Total Intravenosa (TIVA) é técnica anestésica muito útil na rotina veterinária. Uma das associações anestésicas mais usadas para TIVA é a de cetamina, xilazina e EGG (éter-gliceril-guaiacolato), indicada principalmente para equinos. No presente estudo objetivou-se avaliar a influência do protocolo anestésico com cetamina e xilazina associadas ou não ao EGG em coelhos, sobre a frequência cardíaca (FC), pressão arterial sistólica (PAS), diastólica (PAD) e média (PAM), frequência respiratória (f), tensão de dióxido de carbono ao final da expiração (EtCO2), temperatura retal (TR), concentrações sanguíneas de lactato e glicose e reflexo à eletroestimulação. Foram utilizados 10 animais, submetidos à dois procedimentos anestésicos, com um mês de intervalo entre eles e de forma randomizada. Em ambos os grupos, a indução anestésica foi realizada com Cetamina na dose de 20mg/kg associada a Xilazina na dose de 1mg/kg, por via IV. Logo após a indução deu-se início à infusão contínua de solução contendo 10mg/ml de Cetamina, 0,3mg/ml de Xilazina e 50mg/ml de EGG no grupo denominado de Grupo CXE e 10mg/ml de Cetamina e 0,3mg/ml de Xilazina no grupo denominado Grupo CX, na velocidade de 8ml/kg/h administrada por meio de bomba de infusão. Os parâmetros foram aferidos em intervalos de 10 minutos, por 90 minutos (T10, T20…T90), após o início das infusões. Amostras sanguíneas foram colhidas antes da indução, em T30, T60 e T90, para aferição dos níveis plasmáticos de lactato e glicose. Os valores de PAS, PAD e PAM foram menores em todos os momentos em relação aos valores basais em ambos os grupos. No GCXE, os valores foram significativamente menores que em GCX a partir de T20 até o término da infusão. A f foi menor em T90 no GCXE. Os valores de EtCO2 foram menores em GCXE em T50 e T60. A TR diminuiu em ambos os grupos, sendo essa diferença significativa a partir de T30 em relação ao basal. A concentração sérica de lactato foi significativamente menor em relação ao basal em T30 no GCXE e T60 e T90 em ambos os grupos. No GCX, a glicemia foi significativamente maior que os valores basais em T90. A resposta ao estímulo elétrico nociceptivo não diferiu entre os grupos. Aos 10 minutos de infusão (T10) 70% dos animais do GCX mostraram resposta positiva ao estímulo nociceptivo assim como 60% dos animais do GCXE responderam ao estímulo. Nos 20 e 30 minutos de infusão (T20 e T30) somente 10% dos animais do GCX não apresentaram resposta ao estímulo nociceptivo enquanto 30% dos animais do GCXE não responderam ao estímulo nociceptivo. A partir dos 30 minutos de infusão 100% dos animais do GCX respondeu aos estímulos nociceptivos em todos os tempos até os 90 minutos de infusão (T90). No GCXE, 30% dos animais se mantiveram V sem resposta aos estímulos nociceptivos e no final nas das avaliações (T90) 80% dos animais já havia respondido ao estímulo nociceptivo. O protocolo anestésico usando cetamina e xilazina associadas ou não ao EGG em infusão contínua, nas doses utilizadas, resultou em hipotensão acentuada e não foi capaz de abolir de forma efetiva a resposta aos estímulos nociceptivos em coelhos, não sendo, portanto, indicado para o uso na rotina anestésica dessa espécie.
Total Intravenous Anesthesia (TIVA) is a very useful anesthetic technique in veterinary anesthetic routine. One of the anesthetic associations more used to TIVA is the Ketamine, Xylazine and GGE (Glyceryl Guaiacolate Ether), especially suitable for horses. The present study aimed to test the anesthetic protocol Ketamine and Xylazine associated or not to GGE in rabbits. It was evaluated the changes in heart rate (HR), systolic blood pressure (SBP), diastolic blood pressure (DBP) and mean (MAP), respiratory rate (f), carbon dioxide tension at the end of exhalation (EtCO₂), rectal temperature (RT), blood concentrations of lactate and glucose and electrical stimulation reflection in rabbits submitted to Total intravenous anesthesia with two experimental protocols. Ten animals were submitted to two anesthetic procedures, with a month between them and randomly. In both groups, anesthesia was induced with Ketamine 20mg/kg associated with Xylazine at a dose of 1 mg/kg intravenously. Right after the induction, was started the continuous infusion of a solution containing 10mg/ml Ketamine, 0.3mg/ml Xylazine and 50mg/ml GGE at group called CXE Group and 10mg/mL Ketamine and 0.3 mg/ml Xylazine at group named Group CX, in the rate of 8ml/kg/hr administered by infusion pump. The parameters were measured in 10-minute intervals for 90 minutes (T10, T20 ... T90) after the start of infusion. Blood samples were taken before anesthesia induction, at T30, T60 and T90, for glucose and lactate serum levels. The SBP, DBP, and MAP were lower at all times in relation to baseline values in both groups. In GCXE the values were significantly lower than in GCX from T20 until the end of the infusion. The f was lower in T90 on GCXE. EtCO2 values were lower in GCXE at T50 and T60. RT decreased in both groups, with significant differences from T30 until the end comparing with baseline. The lactate serum concentration was significantly lower compared to baseline in the T30 at GCXE and T60 and T90 in both groups. At GCX, blood glucose was significantly higher than baseline in T90. The response to the nociceptive electrical stimulation did not differ between groups. 10 minutes after the start of the infusion (T10) 70% of the animals of the GCX showed positive response to nociceptive stimuli as well as 60% of GCXE the animals responded to the stimulus. In the 20 and 30-minute infusion (T20 and T30) only 10% of animals at GCX did not respond to noxious stimuli while 30% of animals at GCXE did not respond to noxious stimuli. From the 30-minute infusion 100% at GCX animals responded to nociceptive stimuli at all times until the 90-minute infusion (T90). In GCXE, 30% of the animals remained unresponsive to noxious stimuli and in the end VII of ratings (T90) 80% of the animals had responded to nociceptive stimulus. The anesthetic protocol using Ketamine and Xylazine associated or not to EGG continuous infusion, at the doses used, was not enough to abolish effectively the response to nociceptive stimuli and caused severe hypotension, and is not therefore suitable for use in anesthetic routine of rabbits.
Palavras-chave: Anestesia
Lagomorfos
Anesthesia
Lagomorphs
Guaiphenesin
Editor: Universidade Federal do Pampa
Tipo de Acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://hdl.handle.net/riu/1579
Data do documento: 29-Ago-2016
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciência Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FERNANDA CANELLO BANDIERA.pdf1,07 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons