Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/1071
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Os efeitos da superexploração do trabalho na classe trabalhadora brasileira
metadata.dc.creator: Soares, Luis Paulo Cortez
metadata.dc.contributor.advisor1: Bunde, Altacir
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho tem como objetivo abordar o conceito de superexploração do trabalho a partir de exemplos encontrados em alguns setores e ramos industriais brasileiros. Assim, analisando as consequências da relação de trabalho e seus efeitos para a classe trabalhadora brasileira. As perspectivas históricas do período e as contribuições serão expostas, a partir de alguns autores marxistas que abordam o conceito de superexploração do trabalho. A trajetória histórica foi citada através de uma pesquisa explicativa referente ao conceito: Superexploração do trabalho no Brasil, mostrando dados que evidenciam o que ocorreu e ocorre no país norteado por exemplos da indústria frigorífica e setor sucroalcooleiro. Por fim, verificou-se que este conceito tratado como categoria, ajuda a elucidar os processos que afetam as relações de trabalho bem como a classe trabalhadora. O método utilizado foi explicativo/descritivo e por vezes buscou-se uma aproximação ao método dialético, buscando interpretar a realidade econômica dos trabalhadores brasileiros que encontram-se sob cenários de superexploração. Verifica-se que a superexploração do trabalho trouxe consigo um ônus para a sociedade brasileira, gerando desigualdade e concentração de renda. Observa-se que no período proposto de 1990 à 2016 o fenômeno da superexploração do trabalho fica cada vez mais evidente, por meio do aumento da intensidade, do prolongamento da jornada de trabalho e da flexibilização das leis trabalhistas, que provocam o esgotamento psíquico-físico prematuro da classe trabalhadora
Abstract: The present work has as objective to approach the concept of superexploration of the work from examples found in some Brazilian industrial sectors and branches. Thus, analyzing the consequences of the labor relationship and its effects on the Brazilian working class. The historical perspectives of the period and the contributions will be exposed, starting from some Marxist authors that approach the concept of superexploration of the work. The historical trajectory was cited through an explanatory research referring to the concept: Superexploration of labor in Brazil, showing data that show what happened and occurs in the country guided by examples of the refrigeration industry and the sugar and alcohol industry. Finally, it was found that this concept treated as a category helps to elucidate the processes that affect labor relations as well as the working class. The method used was explanatory / descriptive and sometimes we sought an approach to the dialectical method, seeking to interpret the economic reality of Brazilian workers who are under superexploration scenarios. It is verified that the overexploitation of labor brought with it a burden to the Brazilian society, generating inequality and concentration of income. It is observed that in the period proposed from 1990 to 2016 the phenomenon of overexploitation of labor is increasingly evident, through the increase of intensity, prolongation of the working day and flexibilization of labor laws, which provoke the physical-psychological exhaustion Premature of the working class.
Keywords: Marxism
Outsourcing
Work exploitation
Slavery
Economy: Brazil
Publisher: Universidade Federal do Pampa
Citation: SOARES, Luis Paulo Cortez. Os efeitos da superexploração do trabalho na classe trabalhadora brasileira. Santana do Livramento: Unipampa, 2016.
metadata.dc.rights: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://hdl.handle.net/riu/1071
Issue Date: 6-Dec-2016
Appears in Collections:Ciências Econômicas



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons